Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Saber como se proteger do calor e do sol para evitar doenças de pele e insolação

Como se proteger do calor e do sol? Essa é uma questão que precisa ser levantada, principalmente quando o clima está muito quente e o verão está no ar. O calor e os raios do sol em excesso podem causar diversos problemas de saúde ao ser humano. Por isso, é necessário ter uma série de cuidados diários, para manter a pele e o corpo saudáveis mesmo em altas temperaturas.

O que acontece com o corpo no calor?

Quando o corpo fica muito quente ele libera suor para dissipar o calor. Caso isso não seja o suficiente para o deixar mais frio, a temperatura corporal irá subir. Isso é um risco e a causa de diversas doenças relacionadas ao calor. Assim, é importante entender como se proteger do calor e do sol.

O processo em que o corpo tenta regular a temperatura por meio do suor é a termorregulação. Ele acontece devido a uma região do cérebro chamada de hipotálamo, responsável pela liberação do suor. 

O que acontece quando a pele recebe muita luz solar?

Sair para pegar um sol não faz mal a ninguém, na verdade oferece vários benefícios. Mas o contato da pele com os raios solares também podem acabar sendo nocivos. Se a pessoa não souber como se proteger do calor e do sol, ela pode acabar desenvolvendo doenças sérias.

Isso porque o sol emite raios de radiação ultravioleta A (UVA) e ultravioleta B (UVB). Os dois, em quantidades exageradas, podem acarretar em risco de câncer de pele, envelhecimento precoce e queimaduras. Um indivíduo que sabe como se proteger do calor e do sol, sempre vai optar pelo uso de protetor solar na hora de ter uma passeio sob o sol quente. 

Quais as doenças relacionadas à alta exposição ao calor e ao sol?

Cãibras por calor

Essa condição acontece quando a pessoa apresenta contrações musculares espasmódicas dolorosas. Essas cãibras ocorrem quando se usa muito os músculos corporais em ambientes quentes e úmidos. O corpo trava devido à perda de suor exagerada, que faz com que ele perca fluídos e eletrólitos. 

A melhor maneira de se proteger do calor e do sol e evitar cãibras decorrentes deste é sair do ambiente e beber um pouco de água. Massagear os músculos com cãibra também pode ajudar a aliviar a dor.

Brotoeja ou dermatite inflamatória causada pelo calor

Popularmente conhecida como brotoeja, a dermatite inflamatória causada pelo calor aparece quando ocorre obstrução das glândulas sudoríparas pelo suor. Isso impede que o líquido saia do corpo e causa o surgimento de pequenas bolhas e bolotas em regiões da pele. 

As partes mais comuns do corpo para o surgimento de brotoeja são o pescoço, a parte de cima do peito, embaixo dos seios, nos cotovelos e na virilha. Para melhorar os sintomas vá para um lugar menos quente e úmido, mantenha a área seca e aplique talco nela.

Desmaios pelo calor

Quando um indivíduo passa muito tempo suando em uma região muito quente, ele acaba perdendo muito líquido pelo suor. Os desmaios causados pelo calor acontecem pois, além de perder líquido, a pressão sanguínea cai em decorrência do acúmulo de sangue nas pernas. Alguém com um quadro de desmaios pelo calor apresenta também sintomas de tontura.

Rabdomiólise

Essa condição está diretamente ligada à realização de atividades físicas em temperaturas altas. Ela é uma síndrome clínica onde acontece a ruptura do tecido muscular esquelético. Os principais sintomas de rabdomiólise são fraqueza muscular, mialgias e urina marrom/vermelha.

Insolação

Um indivíduo que passa muito tempo sob altas temperaturas e não sabe como se proteger do calor e do sol pode acabar enfrentando insolação. Essa condição ocorre quando a temperatura corporal fica tão alta que o mecanismo de transpiração falha e o corpo perde a capacidade de se resfriar. 

Uma pessoa com insolação pode apresentar confusão, dificuldade de falar, perda de consciência, calor, pele seca, muito suor, dor de cabeça, tontura e náusea. 

Queimadura pelo sol

Ficar muito tempo debaixo do sol, sem proteção nenhuma, pode acabar causando queimaduras. Algumas pessoas chegam a desenvolver queimaduras de segundo e terceiro grau, apenas com a exposição sem cuidados prévios. Indivíduos com pele mais clara e sensível têm uma maior probabilidade de ter queimaduras pelo sol. 

Os sintomas comuns dessas queimaduras são pele avermelhada, dor, formigamento, inchaço, tontura e desidratação. 

Câncer de pele

Os raios ultravioleta liberados pelo sol, UVB e UVA, têm efeito acumulativo e acabam penetrando a pele humana. Eles danificam as células presentes na região, fazendo com que surjam algumas lesões. O caso pode piorar ao decorrer da vida, se o indivíduo tiver muita exposição ao sol sem proteção, acarretando em um câncer de pele

Grupos de risco dessas doenças

Todas as pessoas estão propensas a desenvolverem alguma doença caso não saibam como se proteger do calor e do sol. No entanto, algumas estão em maiores riscos, seja por problemas de saúde, idade ou por uso de substâncias ilícitas. Confira a seguir os grupos de riscos:

  • Pessoas idosas e crianças: devido à sensibilidade na pele que essas pessoas possuem, por ainda serem muito jovens ou por já terem perdido parte da capacidade de termorregulação para a idade. 
  • Genética: se você tem alguém na família que já teve algum tipo de doença relacionada ao calor e ao sol.
  • Doença pré-existente: quem foi diagnosticado com diabetes, problemas nos rins e no coração. 
  • Vícios: pessoas que usam drogas ilícitas e álcool em grande quantidade.  
  • Peso: indivíduos que apresentam quadro de obesidade;
  • Medicações: pessoas que tomam tranquilizantes, anti-histamínicos, bloqueadores beta, psicotrópicos e laxantes.

Como se proteger do calor e do sol? 

Roupas

Para se proteger do sol, a melhor opção de roupa são aquelas que cobrem áreas de risco. Se você vai trabalhar em uma área que faz muito sol, o ideal é usar roupas leves que cubram os braços e as pernas. Para evitar passar calor, escolha cores claras, ou até mesmo peças brancas.

Roupas escuras acabam armazenando o calor, por isso é sempre bom evitá-las em dias de alta temperatura. Se você não vai trabalhar por horas embaixo do sol, use peças leves, sem mangas ou mais curtas, que podem ajudar a evitar desmaios e desidratação.

Chapéu 

Se cobrir para evitar o contato direto do sol com a pele é sempre uma ótima maneira de como se proteger do calor e do sol. Usar chapéu vai auxiliar criando uma sombra, que pode cobrir toda a região do rosto, até as orelhas e o pescoço. Evite usar chapéus com furos ou transparentes, pois eles não ajudam a criar sombra.

Bonés não cobrem a região da orelha e do pescoço. Por isso,  caso você vá enfrentar muito sol, opte por acessórios que protejam essas áreas. 

Óculos escuros

Os raios UV do sol podem acabar causando problemas de sensibilidade nos olhos, e gerando condições como a catarata. Desta forma, opte por utilizar óculos escuros sempre que for sair debaixo do sol forte. 

Ao escolher o acessório certo, verifique se o óculos ajuda a bloquear os raios UVA e o UVB.  Essas são as melhores opções para manter a visão protegida e evitar doenças graves.

Protetor solar

Protetor solar é um produto criado para proteger a pele humana dos raios ultravioleta. Eles possuem um número, que especifica qual a porcentagem de proteção que se tem contra os efeitos do sol na pele. Fique de olho na quantidade que você deseja, e saiba como se proteger do calor e do sol.

O produto precisa ser reaplicado depois de duas horas de aplicação. Isso acontece pois ele acaba secando e saindo do corpo, seja pela água ou pelo suor. Algumas marcas de protetor solar oferecem opções mais naturais de proteção, feitas com frutas, o que é perfeito para quem também quer manter a skincare em dia.

Sombra

A sombra é uma ótima opção para se proteger do calor e do sol. Ao ficar embaixo da sombra, o indivíduo pode reduzir o risco de problemas de pele e de condições causadas pelo calor. Desta maneira, procure um lugar com sombra, seja uma árvore ou um telhado, ou use uma sombrinha para se proteger do sol na rua.

Beba água

Se mantenha hidratado sempre. O consumo de água é essencial para manter a temperatura corporal e evitar que você acabe sofrendo de um desmaio ou insolação. Ela impede que seu corpo sofra com desidratação e ainda alivia um pouco do calor causado pelo sol.

Não se esqueça de levar uma garrafa de água toda vez que sair, e desta forma evitar passar sede na rua. Para saber mais sobre a melhor forma de beber água de maneira saudável, confira a matéria: 

Procure lugares frescos

Caso fique difícil continuar em um ambiente de extrema temperatura, procure por um local mais fresco. Tente buscar abrigo em lugares que oferecem ventilação, sombra ou ar condicionado. Essa é uma das melhores maneiras de se proteger do calor e do sol.