Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Biorregião é uma região governada pela natureza, não pela legislação

Biorregião é um conceito utilizado para caracterizar uma “área geográfica que contém um ou mais ecossistemas, e cujas demarcações são definidas pelos limites dos sistemas ecológicos e das comunidades humanas”, de acordo com a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO). Em outras palavras, biorregião é uma forma distinta de divisão geográfica, cujos limites são estabelecidos por referenciais naturais e topográficos, sem considerar divisões políticas.

De acordo com o texto “Alfabetização ecológica: a educação das crianças para um mundo sustentável”, o conceito de biorregião é útil para nos colocar de volta dentro da natureza, e não “acima dela”. Além disso, o artigo sugere que cada biorregião tem características peculiares, como clima, vegetação, recursos hídricos, topografia, solo, fauna, flora e comunidades humanas. 

Pode-se dizer que a biorregião é uma região governada pela natureza, não pela legislação. Os termos “biorregião” e “bioma” possuem significados diferentes, embora sejam frequentemente utilizados como sinônimos. 

Bioma 

Um bioma pode ser definido como “um conjunto de vida vegetal e animal, constituído pelo agrupamento de tipos de vegetação contíguos e que podem ser identificados a nível regional, com condições de geologia e clima semelhantes e que, historicamente, sofreram os mesmos processos de formação da paisagem, resultando em uma diversidade de flora e fauna própria”, de acordo com o IBGE. A palavra, utilizada pela primeira vez em 1916, deriva do grego bio, que significa vida, e oma, grupo ou massa.

De maneira geral, pode-se dizer que os biomas são grandes espaços geográficos que compartilham das mesmas características físicas, biológicas e climáticas, abrigando um grande número de espécies de plantas e animais. O conceito de bioma surgiu a partir da observação da evolução das plantas e suas diversas formas de crescimento, incluindo a vegetação de florestas densas, arvoredos, savanas, campos, estepes, desertos, entre outras.

Biorregionalismo

O biorregionalismo é uma corrente científica e filosófica que “observa um local específico em termos de seus sistemas naturais e sociais, cujas relações dinâmicas ajudam a criar um ‘senso de lugar’, enraizado na história natural e cultural”.

Fatores bióticos e abióticos

Cada biorregião possui fatores bióticos e abióticos específicos. Os fatores bióticos consistem nas comunidades vivas de um local, como plantas, animais e micro-organismos. Já os fatores abióticos são os elementos físicos, químicos ou geológicos do ambiente, responsáveis por determinar a estrutura e o funcionamento dessas comunidades.  Exemplos de fatores abióticos são:

  • Substâncias inorgânicas;
  • Compostos orgânicos;
  • Regime climático;
  • Temperatura;
  • Luz;
  • pH;
  • Oxigênio e outros gases;
  • Umidade;
  • Solo.

Sustentabilidade

O conceito de biorregião está diretamente relacionado ao de sustentabilidade. A palavra sustentabilidade deriva do latim sustentare, que significa sustentar, defender, favorecer, apoiar, conservar e/ou cuidar. O conceito de sustentabilidade vigente teve origem em Estocolmo, na Suécia, na Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano (Unche), que aconteceu entre os dias 5 e 16 de junho de 1972.

A Conferência de Estocolmo, a primeira conferência sobre meio ambiente realizada pela ONU (Organização das Nações Unidas), chamou atenção internacional principalmente para as questões relacionadas à degradação ambiental e à poluição.

Mais tarde, em 1992, na Conferência sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Eco-92 ou Rio-92), que aconteceu no Rio de Janeiro, foi consolidado o conceito de desenvolvimento sustentável. Este passou a ser entendido como o desenvolvimento a longo prazo, de maneira que não sejam exauridos os recursos naturais utilizados pela humanidade.

Ser humano e natureza

O conceito de biorregião faz com que as particularidades de cada ambiente sejam levadas em conta em uma tomada de decisão, por exemplo. No âmbito das mudanças climáticas, em casos raros são debatidos os aspectos relacionados à diversidade dos ambientes naturais, considerando que cada um deles tem uma dinâmica própria e que medidas globais não servem para todos os espaços. 

Considerar a biorregião representa notar a identidade dos locais e reconhecer que estes necessitam de medidas particulares.

A visão que se tem difundida, especialmente pela globalização, considera a Terra como um todo homogêneo. Essa ideia é interessante, porque desperta para as responsabilidades mútuas. No entanto, esconde as individualidades culturais e as formas pelas quais as várias sociedades se relacionam com o meio ambiente.

Nesse sentido, o conceito de biorregião chama atenção para a vegetação, formas do terreno, fauna e flora. Além disso, mostra uma cultura local própria, considerando os hábitos, tradições, valores e figuras religiosas.

Com isso, pode-se dizer que a biorregião surge como conceito essencial, mostrando que mesmo no interior de um projeto de totalidade, existem especificidades que devem ser levadas em conta, buscando uma integração qualitativa socioambiental.