Junibee: empresa fabrica embalagens veganas para substituir plásticos

eCycle

Junibee desenvolveu a primeira embalagem de cera vegetal comercializada no Brasil. Opção vegana substitui o uso de plásticos na hora de embalar alimentos

Junibee embalagem vegana

É possível embalar seus alimentos e guardá-los sem precisar usar plásticos. Essa é a proposta da Junibee, empresa criada por Fernanda Albertoni que fabrica wraps e outros tipos de embalagem vegana para tornar o dia a dia na cozinha mais sustentável. O principal produto da marca é a embalagem de cera vegana, desenvolvida para substituir o uso do filme plástico e que é reutilizável e biodegradável. A marca também confecciona sacos de pano para compras e bags de geladeira para vegetais e planeja outros produtos livres de plástico para atender um público cada vez mais consciente.

A embalagem de cera vegana nada mais é que um pano de algodão revestido com cera, óleos e resinas vegetais. Ela funciona como um envoltório de aderência, ou seja, é maleável e pode ser moldada com o calor das mãos ao alimento que se deseja embalar. Ideal para conservar frutas e legumes, ela substitui o filme plástico - e também os modelos de embalagem moldável feitos com cera de abelha.

Além de evitar a geração de lixo, outra vantagem da embalagem de cera vegetal em relação ao filme plástico é que ela permite que os alimentos respirem, já que não é impermeável. Isso faz com que frutas e vegetais se mantenham frescos na geladeira por mais tempo. Por outro lado, se você estiver pensando em usar o wrap para embalar lanches ou outros itens para viagem, por exemplo, tome cuidado para embalar apenas coisas mais secas, como castanhas ou biscoitos, já que itens como molhos ou caldos podem vazar na sua bolsa ou mochila, dependendo de quanto tempo você demorar para consumi-los - se for uma viagem rápida basta garantir que a embalagem ficou bem moldada ao alimentos.

O principal componente da embalagem Junibee é a cera de carnaúba, que possui propriedades bactericidas, o que também ajuda a aumentar o tempo de vida útil dos alimentos na geladeira. Depois de usar, é só lavar com água e sabão neutro, usando uma escova macia. Não lave em água quente, pois isso pode prejudicar a composição da cera. A embalagem, que é compostável, está disponível em três tamanhos e em diversas estampas e tem previsão de vida útil de cerca de 6 meses (quando ela não estiver mais funcionando, coloque na composteira ou no lixo orgânico).

Criadora da marca, Fernanda conta que morou na Suíça e na Califórnia por um tempo e já conhecia do exterior o pano de cera de abelha usado para embalar alimentos. “Pensei em trazer o produto para o Brasil e em fazer uma versão vegetal, para o público vegano e para cuidar das abelhas.”

Ela mesma experimentou vários tipos de cera vegetal e, depois de um ano e meio, conseguiu chegar em uma receita com bom resultado. “A cera vegetal é mais densa, menos maleável e um pouco menos grudenta que a de abelha. Eu mesma testei até achar um tecido e uma combinação de óleos que desse certo”, revela.

embalagem de cera vegetal junibee

Toda a produção é feita de modo artesanal, no escritório que Fernanda montou em Vinhedo, interior de São Paulo. Ela e mais três pessoas confeccionam os produtos da Junibee, além de organizarem o contato com os fornecedores, revendedores e eventuais consumidores diretos.

A marca já conta com uma estampa feita 100% com algodão orgânico e a ideia é expandir o uso do material para todas as estampas no futuro. Entre os outros produtos da Junibee, os saquinhos para compras e armazenamento já são todos feitos com algodão orgânico e a bag para geladeira é composta por 83% de algodão orgânico e 17% PET reciclado.

Usada para substituir a combinação papel e vasilha no armazenamento de folhas já lavadas, a bag conserva melhor a crocância dos vegetais e deve ser guardada úmida na geladeira. A mistura de algodão com PET permite um tecido mais macio, mas a equipe da Junibee já está fazendo testes para usar só algodão.

bag para geladeira junibee

Nutricionista de formação, Fernanda conta que quis empreender na Junibee quando começou a trabalhar atendendo as pessoas em casa. “Eu comecei trabalhando em hospital e na clínica e percebi que o grande problema era os pacientes seguirem a dieta em casa. Depois passei a atender em domicílio e aí dava para ver os equipamentos que a pessoa tinha e ajudar com orientações mais precisas. Eu já tinha essa preocupação com o exagero de plástico, então resolvi criar um produto que ajudasse a mim e aos outros.”

A Junibee no começo era uma segunda atividade, mas a marca cresceu tão rápido que acabou virando o “plano A” de Fernanda, que hoje se dedica inteiramente ao negócio. A cera vegetal é o grande diferencial da embalagem da Junibee, que atrai um público que em geral já passou dos plásticos para a embalagem de cera de abelha e agora já procura uma opção vegana para embalar os alimentos.

Fernanda e sua equipe têm o controle sobre todo o processo de produção e acompanham com critério a escolha dos fornecedores. Todos os ingredientes usados na fabricação são de origem controlada e tiveram uma produção sustentável. Além dos atuais produtos, a Junibee já está com planos para expandir a oferta de itens que facilitem o dia a dia de quem procura ter uma vida com menos plástico. Já estão na linha de planejamento uma toalhinha reutilizável e lavável para remover maquiagem, um coador de pano para leite vegetal e uma sacola de compras com algodão reciclado.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail