Orégano: seis benefícios comprovados

eCycle

Orégano possui antioxidantes, ajuda a combater vírus e bactérias, entre outros imperdíveis benefícios

oregano

O orégano é um tempero presente em muitas cozinhas ao redor do mundo. Ele pode ser encontrado fresco, seco ou na forma de óleo essencial, e proporciona benefícios significativos para a saúde.

Embora normalmente usado em pequenas quantidades, o orégano contém alguns nutrientes importantes. De acordo com um estudo, apenas uma colher de chá de orégano seco pode suprir cerca de 8% das necessidades diárias de vitamina K.

Desde ajudar a combater bactérias até reduzir a inflamação, outros estudos analisaram uma série de potenciais benefícios do orégano. Confira:

1. Rico em antioxidantes

O orégano é rico em antioxidantes, compostos que ajudam a combater os danos causados ​​pelos radicais livres nocivos no organismo.

O acúmulo de radicais livres tem sido associado a doenças crônicas como câncer e doenças cardíacas (confira aqui estudos a respeito: 1, 2).

Vários estudos em tubo de ensaio descobriram que o orégano e o óleo de orégano são ricos em antioxidantes (confira aqui os estudos a respeito 3, 4).

O óleo essencial de orégano é especialmente rico em carvacrol e timol, dois antioxidantes que podem ajudar a prevenir danos às células causados ​​pelos radicais livres (confira aqui estudo a respeito: 5).

Em combinação com outros alimentos ricos em antioxidantes, como frutas e vegetais, o orégano pode fornecer uma dose saudável de antioxidantes que podem ajudar a melhorar a saúde.

2. Pode ajudar a combater bactérias

O orégano contém certos compostos que possuem propriedades antibacterianas potentes.

Um estudo em tubo de ensaio mostrou que o óleo essencial de orégano ajudou a bloquear o crescimento de Escherichia coli e Pseudomonas aeruginosa, duas cepas de bactérias que podem causar infecção.

Outro estudo de tubo de ensaio descobriu que o orégano combate 23 espécies de bactérias.

Além disso, um estudo em tubo de ensaio que comparou a atividade antimicrobiana dos óleos essenciais de orégano, sálvia e tomilho, conclui que o óleo essencial de orégano foi um dos mais eficientes contra bactérias, depois do tomilho.

3. Pode ajudar a combater o câncer

Como você já sabe, o orégano é rico em antioxidantes. Esses compostos podem não apenas neutralizar os danos dos radicais livres, mas também podem ajudar na prevenção do câncer (confira aqui estudo a respeito: 6).

Alguns estudos em tubo de ensaio mostraram que o orégano e seus componentes podem ajudar a matar as células cancerígenas.

Um estudo em tubo de ensaio tratou células de câncer de cólon humano com extrato de orégano e descobriu que ele impedia o crescimento de células cancerígenas e ajudava a matá-las.

Outro estudo em tubo de ensaio mostrou que o carvacrol, um dos componentes do orégano, também ajudou a suprimir o crescimento e a disseminação de células cancerígenas do cólon.

No entanto, esses estudos usaram grandes quantidades de orégano e seus compostos. Estudos em humanos usando doses normais de consumo são necessários para determinar seus efeitos.

4. Pode ajudar a reduzir a infecção viral

Além de combater as bactérias, alguns estudos em tubo de ensaio descobriram que o orégano e seus componentes também apresentam porteção contra alguns vírus.

Em particular, o carvacrol e o timol são dois compostos no orégano que foram associados a propriedades antivirais.

Em um estudo de tubo de ensaio, o carvacrol inativou o norovírus, uma infecção viral que causa diarreia, náusea e dor de estômago, dentro de uma hora do tratamento.

Outro estudo em tubo de ensaio descobriu que o timol e o carvacrol inativaram 90% do vírus do herpes simplex em apenas uma hora.

Embora esses resultados sejam promissores, pesquisas adicionais sobre como o orégano pode afetar infecções virais em humanos são necessárias.

5. Poderia diminuir a inflamação

A inflamação é uma resposta imunológica normal que ocorre como resultado de doença ou lesão.

Acredita-se, no entanto, que a inflamação crônica contribui para o desenvolvimento de doenças como doenças cardíacas, diabetes e doenças autoimunes (confira aqui estudo a respeito: 7).

O orégano é rico em antioxidantes, que podem ajudar a neutralizar os radicais livres e reduzir a inflamação (confira aqui estudo a respeito).

Também contém compostos como o carvacrol que demonstraram ter propriedades anti-inflamatórias. Em um estudo com animais, o carvacrol reduziu o inchaço nas patas de ratos em até 57%.

Outro estudo em animais mostrou que uma mistura de óleos essenciais de tomilho e orégano reduziu o número de marcadores inflamatórios em camundongos com colite ou com cólon inflamado.

Lembre-se de que esses estudos analisaram os efeitos do orégano e seus componentes em quantidades altamente concentradas. Mais análises são necessárias para determinar como uma dose normal poderia afetar a inflamação em humanos.

6. Fácil de adicionar à dieta

Embora você possa pensar em orégano como um recheio exclusivo para pizzas e outras massas, ele é versátil e pode ser usado de várias maneiras.

Tente misturar folhas inteiras de orégano em outras verduras para obter uma salada cheia de nutrientes ou polvilhar as folhas em molhos, sopas ou ensopados.

Você também pode usá-lo para fazer pesto fresco ou molho de salada, temperar pratos proteicos ou molhos caseiros.


Fonte: Healthline

Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail