Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Entenda mais sobre o jiló, quais são suas propriedades e benefícios

Se preferir, vá direto ao ponto Esconder

O jiló é o fruto do jiloeiro — planta nativa da África. Ela foi exportada ao Brasil durante o comércio de escravos e desde então, tornou-se parte da culinária local. Seu uso é mais comum no sudeste brasileiro, sendo encontrado majoritariamente nos Estados de Minas Gerais, Espírito Santo e São Paulo. Porém, ele também é comum em alguns pratos da Bahia e de Goiás, assim como no resto do país. 

Existem dois tipos de jiló no Brasil, o comprido verde claro e o morro redondo. Eles são ambos reconhecidos por seu gosto amargo. O jiló comprido verde claro começa verde e vai mudando de cor até ficar vermelho, quando está maduro. Porém, ele não é comumente usado na culinária brasileira quando muda de cor.

O fruto pode ser consumido de diversos modos, como cozido e refogado, além de ser um ingredientes para outros pratos como sopas.

Embora seja uma fruta, o jiló é preparado como vegetal. Por ser amargo, ele é frequentemente deixado de molho em uma mistura de água com sal, que ajuda a amenizar seu gosto forte. 

O jiló é rico em fibra, vitaminas C e B6, magnésio, potássio, flavonóides e ferro. 

Benefícios

Em algumas partes do Brasil, onde a fruta é reconhecida como jinjilo, o jiló é ingrediente de um tônico usado como um remédio caseiro no tratamento de gripes, resfriados e seus sintomas, como a febre. Ele também pode ser usado para tratar alguns sintomas de problemas gastrointestinais como disenteria e a indigestão.  

A fruta é rica em fibras e contém poucas calorias, por isso é um ótimo ingrediente para a redução do peso. 

A versão africana do jiló, também chamada de “ovo de jardim” contém várias propriedades incríveis para a saúde. Ele contém antioxidantes que protegem o fígado de algumas toxinas nocivas. 

Além disso, é um alimento altamente indicado para pacientes de diabetes por ser rico em fibras e por ajudar a regular os níveis de açúcar no sangue. O jiló tem a capacidade de reduzir a absorção de glicose pelo organismo, reduzindo o açúcar. 

O jiló pertence à família Solanaceae, que também engloba as berinjelas. Alguns polifenóis das berinjelas são agentes anticâncer. O ácido clorogênico e as antocianinas também têm propriedades que ajudam a reparar o dano celular causado por radicais livres — prevenindo a proliferação de células cancerígenas. 

O seu gosto amargo é resultado de alcalóides nicotínicos que oferecem benefícios à visão em geral e também apresentam benefícios a pacientes de glaucoma. 

O jiló é um alimento nutritivo e repleto de propriedades que fazem bem para a saúde. O fruto é versátil e oferece diversos modos de preparo para se encaixar em qualquer dieta.