Canela: benefícios e como fazer seu chá

eCycle

A canela tem propriedades antioxidantes, antidiabéticas, bactericidas, fungicidas e mais!

Chá de canela

O chá de canela é feito a partir da casca interna da árvore da espécie Cinnamomum. A canela tem sido usada como ingrediente ao longo da história, remontando ao antigo Egito, quando costumava ser rara e valiosa, e era considerada um presente digno para reis. Hoje em dia, ela é mais acessível, está disponível em grande parte dos supermercados e é encontrada em várias receitas.

Existem dois tipos de canela. Um deles é a canela-do-ceilão, também conhecida como canela "verdadeira". O outro tipo de canela é a canela-cássia, a variedade mais comumente encontrada, a que as pessoas geralmente chamam de "canela".

A canela é extraída de lascas que secam e formam tiras que se enrolam, mais conhecidas como "canela em pau". Mas as lascas também podem ser moídas para formar canela em pó.

Benefícios da canela

Chá de canela
Imagem editada e redimensionada de Uriel Soberanes, está disponível no Unsplash

1. Acelera o metabolismo

O cheiro e o sabor da canela se devem à sua parte oleosa, que concentra um composto chamado cinamaldeído. Esse composto é responsável pela maioria dos poderosos efeitos da canela na saúde e acelera o metabolismo.

2. Possui antioxidantes

Os antioxidantes protegem o organismo contra os danos oxidativos causados ​​pelos radicais livres. E, de acordo com três estudos publicados na plataforma PubMed, a canela é rica em poderosos antioxidantes, como é o caso dos polifenóis (confira aqui os estudos: 1, 2 , 3).

Outro estudo comparou a atividade antioxidante de 26 especiarias e chegou à conclusão de que a canela foi a especiaria mais rica em antioxidantes, superando alimentos como o alho e o orégano.

A canela é tão poderosa que pode ser utilizada como conservante natural de alimentos. Consumir chá de canela é uma possível forma de obter esses antioxidantes. Porém, apesar de estudos comprovarem a presença deles na canela, o chá da especiaria não foi analisado.

3. Tem propriedades anti-inflamatórias

A inflamação é importante, pois ajuda o organismo a combater infecções e a reparar danos nos tecidos. No entanto, ela pode se tornar um problema quando é crônica (a longo prazo) e dirigida contra os próprios tecidos do corpo. A canela pode ser útil nesse sentido, pois alguns estudos mostram que seus antioxidantes possuem atividade anti-inflamatória significativa. O chá de canela, portanto, tem potencial para ser um aliado no combate a inflamações, apesar de seus efeitos ainda não terem sido analisados.

4. Reduz o risco de doença cardíaca

A canela tem sido associada à redução do risco de doenças cardíacas, a causa mais comum de morte prematura no mundo.

Em pessoas com diabetes tipo 2, um grama de canela por dia tem efeitos benéficos sobre os marcadores sanguíneos.

De acordo com um estudo, a canela ainda reduz os níveis de colesterol total, colesterol LDL e triglicerídeos, enquanto o colesterol HDL (considerado o "bom colesterol") permanece estável.

Outro estudo concluiu que uma dose de canela de apenas 120 miligramas por dia pode ter esses efeitos. Nesse estudo, a canela também aumentou o HDL (o colesterol "bom"). Em análises com animais, a canela mostrou reduzir a pressão arterial. Quando combinados, todos esses fatores podem reduzir drasticamente o risco de doenças cardíacas.

5. Melhora a sensibilidade à insulina

A insulina é um dos principais hormônios que regulam o metabolismo e o uso de energia. Ela também é essencial para o transporte de açúcar no sangue da corrente sanguínea e nas células. O problema é que muitas pessoas são resistentes aos efeitos da insulina. Essa condição, conhecida como resistência à insulina, é uma característica marcante de doenças graves, como a síndrome metabólica e a diabetes tipo 2.

A boa notícia é que, de acordo com dois estudos, a canela pode reduzir drasticamente a resistência à insulina, ajudando esse hormônio incrivelmente importante a fazer o seu trabalho (confira aqui os estudos: 4, 5).

Acrescentar canela em pó no chá ou em receitas pode ser uma forma de obter esses benefícios.

6. Diminui o açúcar no sangue

A canela é bem conhecida por seus efeitos redutores do açúcar no sangue. Além dos efeitos benéficos sobre a resistência à insulina, ela também reduz o açúcar no sangue, diminuindo a quantidade de glicose que entra na corrente sanguínea após uma refeição.

Ela faz isso interferindo em numerosas enzimas digestivas, o que retarda a decomposição de carboidratos no trato digestivo, segundo dois estudos (confira aqui: 6, 7).

Além disso, um composto da canela pode atuar nas células, imitando a insulina (confira os estudos a respeito aqui: 8, 9). Isso melhora muito a absorção de glicose pelas células, embora atue muito mais lentamente do que a própria insulina. Testes em humanos confirmaram os efeitos antidiabéticos da canela, mostrando que ela pode reduzir os níveis de açúcar no sangue em jejum em 10 a 29% (confira os estudos a respeito aqui: 10 , 11 , 12).

A dose eficaz é de cerca de um a seis gramas de canela por dia (cerca de 0,5 a duas colheres de chá).

7. Previne doenças neurodegenerativas

As doenças neurodegenerativas são caracterizadas pela perda progressiva da estrutura ou função das células cerebrais. A doença de Alzheimer e a doença de Parkinson são os dois tipos mais comuns.

De acordo com três estudos, a canela possui dois compostos capazes de inibir uma proteína no cérebro cujo acúmulo está associado à doença de Alzheimer (confira aqui os estudos 13, 14, 15).

Em um estudo que analisou ratos com doença de Parkinson, a canela ajudou a proteger os neurônios, normalizar os níveis de neurotransmissores e melhorar a função motora.

8. Previne câncer

O câncer é uma doença grave, caracterizada pelo crescimento descontrolado das células. A canela tem sido amplamente estudada por seu uso potencial na prevenção e tratamento do câncer. Até agora, os estudos têm se limitado a experimentos em tubos de ensaio e estudos em animais, mas sugerem que o extrato de canela pode proteger contra o câncer (confira aqui os estudos 16, 17, 18, 19, 20).

Um estudo realizado em camundongos com câncer de cólon mostrou que a canela é um potente ativador de enzimas desintoxicantes do cólon, protegendo contra o crescimento do câncer.

Essas descobertas foram apoiadas por experimentos com tubos de ensaio, que mostraram que a canela ativa respostas antioxidantes protetoras em células do cólon humano.

9. Combate fungos e bactérias

O cinamaldeído, principal componente ativo da canela, pode ajudar a combater vários tipos de infecção. O óleo de canela foi considerado eficaz no combate a infecções do trato respiratório causadas por fungos.

De acordo com dois estudos, ele também pode inibir o crescimento de certas bactérias como a Listeria e a Salmonella (confira aqui os estudos: 21, 22).

Os efeitos antimicrobianos da canela também podem ajudar a prevenir a cárie dentária e a reduzir o mau hálito, de acordo com outras duas pesquisas (confira aqui: 23, 24).

10. Ajuda a combater o vírus HIV

O HIV é um vírus que inviabiliza lentamente o sistema imunológico, podendo levar à Aids se não for tratado. De acordo com dois estudos publicados na plataforma PubMed, a canela extraída das variedades cássia ajuda a combater o HIV-1. Um estudo de laboratório analisou a relação de células infectadas pelo HIV com 69 plantas medicinais e revela que a canela foi o tratamento mais eficaz. Entretanto, são necessárias análises em humanos para confirmar esses efeitos, principalmente na forma de chá de canela.

11. Alivia desconfortos menstruais

Em um estudo publicado pela plataforma PubMed, adolescentes que tomaram cápsulas contendo 420 mg de canela três vezes ao dia, durante o período menstrual, apresentaram significativa redução de cólica menstrual, náusea, vômito e sangramento durante as primeiras 72 horas do ciclo em comparação ao grupo que tomou um placebo. Esses benefícios não vieram acompanhados de nenhum efeito colateral e, segundo o estudo, esse pode ser considerado um tratamento seguro e eficaz para a dismenorreia em mulheres jovens.

É melhor usar a canela verdadeira ou a cássia?

Nem toda canela é cultivada igual. A variedade cássia (a mais comum nos mercados) contém quantidades significativas de um composto chamado cumarina, que acredita-se ser prejudicial em grandes doses.

Entretanto, toda canela possui benefícios para a saúde, mas a cássia pode causar problemas em grandes doses devido ao conteúdo de cumarina.

A canela verdadeira (a canela-de-ceilão) é muito melhor nesse aspecto, uma vez que, de acordo com estudos, ela possui menos cumarina do que a canela-cássia.

Infelizmente, a maioria das canelas encontradas nos supermercados é a variedade cássia, que é mais barata.

Como fazer chá de canela

chá de canela
Imagem editada e redimensionada de Joanna Kosinska, está disponível no Unsplash

Para consumir canela, não precisa ser apenas na forma de chá. Você pode acrescentar canela em pó em chás de outros sabores, sobremesas e até em receitas salgadas.

Mas se quiser fazer o chá de canela para obter seus benefícios, dê preferência à canela verdadeira, também conhecida como canela-de-ceilão.

Ingredientes

  • Duas unidades de canela em pau
  • Duas xícaras de água

Modo de preparo

Coloque duas xícaras de água e a canela em pau para ferver durante cinco minutos. Deixe amornar, retire a canela em pau e beba.

Atenção

O chá de canela é abortivo, pois estimula as contrações uterinas, facilitando inclusive a menstruação (no caso de quem não está grávida). Por isso, para não interromper uma eventual gravidez, evite o consumo do chá de canela.



Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail