18 dicas para evitar desperdício de alimentos

eCycle

Quase metade da comida produzida no mundo é jogada fora e boa parte desse desperdício de alimentos acontece em casa

Alimentos

O desperdício de alimentos é um assunto muito grave e importante para ser discutido. Com o aumento da população mundial, a produção em massa de alimentos também cresceu para tentar suprir essa demanda. Mas segundo um relatório, se continuarmos produzindo e vivendo tendo como base o modelo de consumo atual, não haverão alimentos e água no futuro para todos e a disputa pelos recursos entre países vai se acirrar cada vez mais.

E por mais contraditório que pareça, segundo o relatório Estado da Insegurança Alimentar no Mundo 2012, cerca de 13 milhões de brasileiros passam fome ou sofrem de desnutrição, enquanto que 30% de toda a produção agrícola é desperdiçada. E segundo pesquisa do Instituto de Engenharia Mecânica do Reino Unido (IMechE), quase metade dos alimentos produzidos no mundo são jogados fora e boa parte desse desperdício acontece em casa.

Por esses motivos, pela redução da emissão de poluentes e pela economia de água, aproveite para acompanhar abaixo algumas dicas de como evitar o desperdício de alimentos em casa:

Atitudes para reduzir o desperdício de alimentos na sua casa

1. Faça uma lista de compras

Realize uma parada obrigatória na despensa e na geladeira antes de ir ao mercado fazer compras. Verifique quais alimentos você realmente precisa comprar e evite fazer estoques desnecessários.

2. Verifique a validade dos produtos

Na hora de cozinhar, dê preferência aos alimentos que estão próximos do vencimento. Se tiver dificuldade na hora de organizar a despensa, anote quais são eles em uma lista e cole na geladeira para não desperdiçar.

3. Aumente a periodicidade das compras

Em vez de fazer uma compra por mês, ir ao mercado mais vezes e comprar menos produtos é uma ótima medida para evitar o desperdício de alimentos - o fato de comprar menos coisas de cada vez também vai te ajudar a carregar menos peso ou até permitir comprar no mercado local, evitando deslocamentos longos ou o uso do carro e favorecendo a economia local.

4. Cuidado com promoções

As promoções costumam ser irresistíveis, no entanto, são as grandes vilãs do consumo consciente. Elas nos estimulam a comprar um número alto de produtos, muitas vezes desnecessários e que acabam se estragando. Fique atento! Uma estratégia para evitar o desperdício de alimentos é usar as promoções para variar as coisas que você sempre come: substituindo a compra de algum item pelo produto em oferta.

5. Acondicione os alimentos corretamente

Antes de guardar frutas, verduras e legumes na geladeira, higienize-os e e seque-os. Depois de consumir, guarde esses alimentos em embalagens hermeticamente fechadas para evitar a proliferação de bactérias.

6. Congele as sobras

Se cozinhar demais ou se comprar muitos alimentos frescos, congele as sobras ou use a técnica de branqueamento para congelar legumes, frutas e verduras. Saiba mais nas matérias: "Como congelar legumes, frutas e verduras" e "Quanto tempo dura cada alimento congelado?".

7. Aproveite os alimentos

Literalmente, aproveite seus alimentos até o talo. É possível reaproveitar partes não convencionais, como as sobras e cascas das frutas, por exemplo - saiba mais na matéria "Reaproveitamento de alimentos: 15 maneiras de usar sobras e cascas de frutas e vegetais".

8. Não descarte apenas pela aparência

Se uma fruta ou legume apresentar uma aparência feia em algumas partes, corte-as e use o que sobrou, sem a necessidade de jogar tudo fora.

Conservação de alimentos

9. Queijos

Eles permanecem sem estragar de cinco dias a um mês, se bem conservados na geladeira. Os modelos mais molinhos, como ricota e minas, aguentam no máximo cinco dias, enquanto que os mais duros, como provolone e parmesão, têm maior tempo de conservação. Você deve dispensar o queijo quando ele apresentar pontos esverdeados em sua superfície e sua cor for alterada.

10. Vinhos

Para consumir como bebida, o ideal é tomá-lo em um dia, já que, depois de abertos, os vinhos sofrem oxidação - o oxigênio entra na garrafa e reage com a bebida, alterando seu sabor e aroma. Se você quiser prolongar a vida do produto e evitar o seu desperdício, basta usar o vinho como tempero - neste caso ele dura até um mês. Você também pode congelar o vinho em formas de gelo para usá-lo em molhos e receitas.

11. Frutas, verduras e legumes

Se forem higienizados e secos antes de serem armazenados na geladeira, esses alimentos em geral duram cinco dias. Com exceção das frutas tropicais, como banana e abacate, que, se forem para a geladeira, vão escurecer.

12. Fermento

Se for o químico em pó, dura até seis meses na geladeira, sem prejudicar o crescimento do seu bolo. Já o biológico, que é muito utilizado para fazer pães, não ultrapassa três dias depois de aberto porque contêm leveduras. Quando elas morrem, o fermento para de funcionar.

13. Comida pronta

Após a refeição, guarde as sobras de alimentos em recipientes fechados com tampa e leve-os para a geladeira. Feito isso, sua comida pronta vai durar três dias, em média.

14. Carnes

Lembre-se que as carnes possuem um alto nível de pegada hídrica (consomem muita água em sua produção), por isso, procure alternativas para repor proteínas. Caso você não venha a preparar a carne logo depois que a comprou, o ideal é congelá-la para que dure mais (na geladeira, ela começa a se deteriorar em cerca de dois dias), ou então embale-a a vácuo.

15. Manteiga

Aguenta três meses sob refrigeração por conter bastante gordura em sua composição. O máximo que pode acontecer é aparecer uma capa amarela escura - basta raspar essa capa para voltar ao uso normal do produto.

16. Enlatados

Duram de quatro a cinco dias depois de aberto, mas o ideal é consumi-los logo após a abertura. No entanto, evite esses tipos de alimentos porque, segundo um estudo dos Estados Unidos, comida enlatada faz mal à saúde - quem a consome fica exposto a compostos como bisfenol-A e ftalatos, sem contar a grande quantidade de conservantes.

17. Leite

Se for pasteurizado, deve ser consumido em um dia, porque azeda rapidamente, ao contrário do longa vida, que dura de três a quatro dias na geladeira.

18. Ketchup, maionese e mostarda

Assim como os enlatados, possuem muitos conservantes que não fazem bem à saúde. O ideal é o consumo moderado desses produtos. A vantagem é que eles duram de um mês (maionese) a um ano (ketchup) na geladeira, de modo que é relativamente fácil evitar o desperdício desses alimentos.


 

Comentários 

 
+6 #1 2013-07-05 23:48
Gostei muito !! E gostaria de receber mais matérias, sobre esse assunto !!
Citar
 
 
+6 #2 2013-07-11 02:35
A dica para a banana nao escurecer na geladeira é enrolar em jornal e dentro de uma sacola plástica.
Citar
 
 
+1 #3 2015-04-25 22:58
Adoro as dicas do ecycle. E tento divulgar ou colocar sempre em prática!
Citar
 
 
0 #4 2015-08-17 16:08
Uma ótima matéria,e boas dicas.
Citar
 
 
0 #5 2017-01-20 11:23
Muito bom as dicas
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail