Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

vela é uma das ferramentas mais práticas e acessíveis para criar um ambiente romântico e perfumado em casa sem grandes esforços – além de contribuir para o clima mais intimista de meditação, de contato com a espiritualidade e de relaxamento.

Desde os aromas quentes e almiscarados que aumentam instantaneamente o aconchego de um ambiente até as notas florais capazes de evocar um dia de primavera em qualquer época do ano, há diversas razões para que as velas sejam tão populares no mundo todo.

Infelizmente, no entanto, os benefícios não vêm totalmente isento de culpa. O relatório de 2019 Clean Air Strategy do governo do Reino Unido menciona as velas ao lado de uma série de outros produtos de uso diário como fonte de compostos orgânicos voláteis não metano (NMVOCs), que podem ser prejudiciais ao meio ambiente e à saúde ao contribuir para a poluição interna.

Isso porque a maioria das velas é feita com cera de parafina, um subproduto do petróleo bruto. Sim: quando você acende uma vela de parafina, está basicamente queimando combustíveis fósseis dentro de sua própria casa.

A combinação da queima de parafina com embalagens não recicláveis e fragrâncias que contêm ftalatos, substâncias associadas a numerosos problemas de saúde, torna as velas um verdadeiro pesadelo ambiental, por mais bonitas que elas possam parecer.

Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos detectou sete toxinas principais na cera de parafina, e nem mesmo testou uma série de outros produtos químicos desconhecidos. Por isso, quando acendemos velas feitas de parafina, estamos enchendo nossas casas e pulmões com poluição atmosférica tóxica (produtos químicos como tolueno e benzeno) e que liberam fuligem de carbono.

Em 2004, pesquisadores da Maastrict University encontraram níveis de hidrocarbonetos policíclicos em igrejas que ultrapassaram os níveis medidos próximos às estradas principais (isto é 20 vezes maior dos níveis considerados seguros sob os padrões europeus de poluição do ar). As responsáveis pelo resultado chocante? Sim, as velas.

A vela pode ser sustentável e menos prejudicial à saúde?

A alternativa mais conhecida à cera de parafina é a cera de soja. Velas de cera de soja são um grande avanço em relação à parafina (se você estiver em dúvida, sempre escolha a soja), mas também levanta algumas preocupações. Por exemplo, 94% da agricultura de soja nos EUA é transgênica, o que significa que as lavouras de soja foram pulverizadas com toneladas de pesticidas.

A cera de soja requer processamento químico intensivo para ser transformada em óleo. Além disso, o WWF levantou preocupações sobre o desmatamento, principalmente na América do Sul, associado ao aumento da demanda por soja.

Pode ser difícil para os fabricantes de velas em pequena escala rastrear as fazendas das quais sua cera de soja deriva, já que geralmente a obtêm de fornecedores a granel. Ao comprar velas de cera de soja, é melhor optar pela cera de soja orgânica.

A cera de abelha e a cera de coco estão entre as ceras mais sustentáveis. Ambas queimam lentamente, sem liberar substâncias tóxicas. No entanto, é importante garantir que você esteja comprando produtos de fabricantes que apoiam técnicas agrícolas eco-friendly. A cera de abelha também não é vegana e existem implicações éticas a respeito de sua extração.

A boa notícia é que existe um número crescente de marcas independentes que oferecem misturas de cera eficazes e não tóxicas, fragrâncias seguras e embalagens ecológicas significam que existem muitas alternativas excelentes disponíveis para aqueles que desejam perfumar suas casas de forma sustentável. A dica é sempre pesquisar antes de escolher suas velas preferidas.

Ingredientes comuns na vela que você deveria evitar

1. Cera de abelha

Embora a cera de abelha seja frequentemente apontada como uma escolha sustentável em termos de maquiagem, velas e produtos de higiene pessoal, o processo de colheita é tão antiético que deveria ser totalmente evitada.

A crueldade é um aspecto inerente à apicultura. Por exemplo, cortar as asas da abelha-rainha é uma prática comum para evitar que ela fuja da colmeia, o que pode ser extremamente estressante para a rainha. Da mesma forma, as rainhas são frequentemente inseminadas por instrumentos em um processo que envolve o esmagamento de zangões e a extração de seu sêmen.

Essas práticas antiéticas têm implicações de longo alcance que vão além da própria colmeia comercial. Por meio do comércio frequente de abelhas, doenças e parasitas podem se espalhar rapidamente e afetar as populações de abelhas selvagens.

2. Óleo de palma

A controvérsia em torno do óleo de palma tornou-se popular principalmente por causa da onipresença desse ingrediente em alimentos processados. A colheita da fruta necessária para criar óleo de palma devasta os ecossistemas tropicais em todo o sudeste da Ásia, principalmente por meio do desmatamento.

Da mesma forma, essa prática de desmatamento impacta significativamente os animais que vivem nessas florestas, principalmente as populações de orangotangos, que diminuíram 80% nos últimos 20 anos. Também está ligada a vários direitos humanos e abusos trabalhistas.

3. Parafina

A parafina é um ingrediente de vela altamente prevalente, derivado de resíduos de petróleo. Antes de ser transformada em cera de vela, a parafina é branqueada quimicamente e desodorizada, porém, vestígios de seu passado petrolífero podem ser vistos na fuligem negra que sai do pavio de uma vela de cera de parafina.

Faça sua própria vela ecológica

Você precisará de:

  • Pavio
  • Óleo de cozinha usado
  • Pó de estearina
  • Micro-ondas
  • Corante natural
  • Essência para velas
  • Um recipiente de vidro
  • Filtro de café ou coador pequeno

Como fazer:

  • Deixe o óleo usado repousar por um dia antes de utilizá-lo. Filtre-o e adicione duas colheres de sopa do óleo filtrado em um recipiente adequado para micro-ondas. Em seguida, adicione uma colher de sopa de pó de estearina.
  • Esquente a mistura no micro-ondas na potência máxima, por dois minutos. Junte uma colher de chá de corante e uma colher de chá da sua essência preferida.
  • Derrame a mistura no recipiente da sua preferência e deixe esfriar por dois minutos. Coloque o pavio no centro da vela e deixe a vela esfriar de duas a quatro horas antes de acendê-la.