Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Aprenda como fazer um jardim de trevo e aproveite de seus benefícios para o solo

Trevo é um termo empregado para um grupo de aproximadamente 300 plantas no gênero Trifolium, na família Fabaceae. O gênero é mais comum em climas temperados e subtropicais, com exceção da Austrália e do Sudeste Asiático. O trevo é uma erva de pouca duração com folhas alternadas, geralmente com três folíolos.

Entre essas espécies, a mais comum é o Trifolium repens, o famoso trevo de três folhas, ou trevo branco. Muitas espécies também possuem flores pequenas e perfumadas, que podem variar em cores como branco, vermelho, rosa e amarelo, e que aparecem durante a primavera. No resto do ano, os trevos mantêm a sua aparência de planta e não produzem flores.

O trevo-de-quatro-folhas é uma variação infrequente de qualquer espécie da família Trifolium. Ele é comumente considerado um talismã da sorte, justamente por ser uma raridade. Além disso, seu nome é uma contradição — uma vez que trevo deriva do latim trifolium (três folhas). 

Sendo sortudo ou não, as espécies de trevo são amplamente usadas na proteção do solo ou no fornecimento de pastagem. Elas são colhidas e utilizadas como feno e silagem, entretanto, podem oferecer riscos à animais de pasto. 

Animais de pasto e trevos 

O cultivo inadequado de algumas espécies de trevo doce, como o trevo branco e o trevo amarelo pode causar hemorragias fatais em animais de pasto, como vacas, ovelhas e cabras. A sua “toxicidade” se dá pela presença de mofo nas plantas, que é resultado da falta de uma colheita adequada. 

Quando o corte das ervas é atrasado até a sua floração, caules tornam-se mais úmidos e, consequentemente, suscetíveis a quebra e a uma qualidade menor. Desse modo, o maior teor de umidade cria um ambiente propício para a formação de mofo. O trevo doce contém altos níveis de cumarina, um químico que, em contato com o mofo, torna-se dicumarol. O dicumarol é um anticoagulante que interfere no metabolismo da vitamina K — um nutriente necessário para a coagulação do sangue. 

Animais que consomem esse tipo de trevo geralmente não demonstram sintomas até a condição agravar. A coagulação inadequada faz com que os animais desenvolvam anemia e uma frequência cardíaca elevada, além de potencialmente criar problemas reprodutivos. 

Jardim de trevo 

Entretanto, o trevo possui outros usos além do fornecimento de pastagem. Ele é uma alternativa para a grama comum em jardins que requer menos água e manutenção. Só nos Estados Unidos, 7 milhões de galões de água são usados diariamente na manutenção de jardins. 

Desse modo, o trevo é uma opção mais sustentável, que não requer tanta água, cresce rápido e dispensa o uso de fertilizantes e herbicidas. Além disso, os trevos podem fazer com que o solo fique mais saudável. 

Essas ervas são responsáveis por absorver nitrogênio do ar, armazenando-o no solo e provendo mais nutrientes para as plantas. Por outro lado, elas não crescem muito e não precisam ser aparadas constantemente, diferentemente da grama normal. 

Imagem de Irene Dávila no Unsplash

Como cultivar um jardim de trevo

Apesar de ser uma alternativa para grama, o trevo também pode ser adicionado em um jardim já existente. Confira o passo a passo de como incorporar seu jardim com essas plantas. 

Prepare o solo 

A preparação do solo depende da condição atual de seu jardim. Porém, começando do zero ou não, é necessário criar um ambiente propício para o crescimento do trevo, seja com a utilização de cal ou composto orgânico. 

Jogue as sementes

Espere meses mais quentes, de preferência no final da primavera, e comece a espalhar suas sementes. Caminhe para o norte e para o sul, soltando uma linha de sementes à medida que avança. Depois, caminhe para o leste e oeste, cruzando o gramado e as sementes. Lembre-se que essas sementes não precisam ser enterradas, o que facilita o processo. 

Água

Nos primeiros meses, os trevos precisam de mais água que o normal. Então, certifique-se que o solo está sempre úmido para que eles prosperem. Uma vez que estejam crescendo fortes, eles não precisam ser regados com tanta frequência. 

Preservação 

Enquanto os trevos ainda estão em fase de crescimento, evite andar pelo gramado para não comprometer seu cultivo. Como já mencionado, você não precisa regar o seu gramado de trevos com tanta frequência e não precisa adicionar nenhum herbicida — uma vez que essas substâncias podem danificar as ervas. 

Se quiser, você pode adicionar fertilizante, mas não é necessário! Os trevos são autossuficientes na hora da fertilização. 

Em geral, os trevos precisam de menos cuidado que a grama convencional, mas ainda assim precisam de um pouco de ajuda para prosperarem. A poda, por exemplo, deve ser feita pelo menos uma vez por mês para manter o seu gramado arrumado.