Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

A técnica do toque de carinho tem efeitos positivos no tratamento de estresse pós-traumático e no desenvolvimento de crianças

O toque de carinho é uma técnica definida por abraços, toques tranquilizadores, tapinhas nas costas ou qualquer outro tipo de toque que passe uma sensação de carinho. A técnica do toque de carinho costuma ser aplicada em crianças e recém-nascidos, mas também é bem comum no tratamento de pessoas que passaram por eventos traumáticos. 

O tratamento com toque de carinho é comumente feito em crianças, pois ele é conhecido por ter impactos positivos no desenvolvimento de bebês e adolescentes. Cada pessoa tem uma relação e uma tolerância diferente com o toque. Esses fatores costumam ser impactados pela cultura, educação, experiência, deficiências e questões psicológicas, como autismo e transtorno obsessivo-compulsivo.

A técnica do toque de carinho pode ser praticada por um profissional da área, que estuda e trabalha com esse tratamento. Porém, ela também pode ser realizada no dia a dia de um indivíduo com ajuda de familiares e amigos. O simples ato de abraçar ou segurar a mão de um amigo, filho ou irmão já é um exemplo simples da técnica do toque de carinho

Benefícios da técnica do toque de carinho 

toque de carinho

O toque de carinho tem um papel importante no desenvolvimento humano, desde o nascimento até a morte. Diversos estudos provam que o ato de tocar uma pessoa com carinho já é o suficiente para tratar sintomas de depressão, ansiedade e ainda criar uma criança saudável.

Toque de carinho em recém-nascidos 

Um experimento realizado em 1996 pela pesquisadora Martha Nogueras, mostrou que recém-nascidos que recebem o toque de carinho demonstraram ter um melhor desenvolvimento social. Essas crianças apresentaram maior foco e atenção ao ter contato com outras crianças voluntárias.

Em outro estudo realizado em 1998, os pesquisadores notaram que os recém-nascidos que tiveram contato com o toque de carinho foram liberados seis dias mais cedo do hospital do que aqueles que não tiveram. Além disso, os estudiosos perceberam que esses bebês passavam mais tempo acordados e ativos.

Toque de carinho em adolescentes 

Em um estudo realizado em 2002 por Tiffany Field, a pesquisadora descobriu que quanto menos toque de carinho, mais propenso era o adolescente a agir de forma agressiva. Para os estudiosos envolvidos na pesquisa, a técnica do toque de carinho tem papel importante no tratamento de adolescentes violentos. 

Acredita-se que isso aconteça devido à redução dos níveis de dopamina no organismo do adolescente, e um aumento nos níveis de serotonina. Ou seja, as atitudes agressivas, causadas pela dopamina,  diminuem e as empaticas, de responsabilidade da serotonina, aumentam.   

Toque de carinho no tratamento de traumas 

Um estudo da Nottingham Trent University (NTU)mostrou que a técnica do toque de carinho é efetiva no tratamento de experiências traumáticas. Os pesquisadores utilizaram especialistas de toque de carinho para cuidar dos voluntários que passaram por situações ruins. 

Enquanto esses participantes pensavam sobre o evento traumático, eles eram tratados com abraços e toques no rosto, braço e ombros. Depois de algumas semanas de tratamento, esses pacientes apresentaram melhoras significativas em seus casos de estresse pós-traumático.  Para os estudiosos, isso aconteceu devido às mudanças no modo de processar as emoções a respeito do evento.

Como praticar o toque de carinho

Com as descobertas desses estudos é possível notar o impacto positivo do toque de carinho na vida das pessoas. Isso não significa que é preciso contratar um profissional para cada momento da sua vida. Na verdade, significa que ter carinho com os outros e tocá-los, de maneira consentida, é algo natural e importante.

Por isso, você pode praticar o toque de carinho diariamente com seus familiares e amigos. Basta abraçá-los, segurar a mão e dar um tapinha nas costas quando eles precisarem. Quando seus entes queridos precisarem de um abraço ou um carinho, não hesite em oferecer, esses pequenos atos são importantes na vida de um indivíduo. 

Em momentos mais extremos, onde existem condições psicológicas e tratamento de estresse pós-traumático, procure orientação de um psicólogo.