Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Primeiro volume, sobre Biodiversidade e Mudanças Climáticas, destaca nove projetos do Instituto de Biociências da USP nas áreas de botânica, ecologia, fisiologia, genética e zoologia

Por Jornal da USP Biodiversidade e mudanças climáticas são temas urgentes da sociedade atual. Eles também fazem parte de estudos no campo das biociências, área que possui cursos de graduação e pós-graduação na USP, além de ampla produção científica de pesquisadores, em diversas ações que estão disponíveis na série IB e a Sociedade. O material produzido pelo Instituto de Biociências (IB) da USP conta com o primeiro volume disponível neste link.

O objetivo da nova série é mostrar projetos desenvolvidos pelos grupos de pesquisa do IB, que envolvem também ações educacionais que auxiliam na compreensão de como esses estudos podem contribuir para a sociedade. “Com esta iniciativa poderemos continuar reportando à sociedade os nossos projetos e ações, gradativamente expondo o que fazemos para aumentar a sustentabilidade do planeta e melhorar a qualidade de vida da sociedade”, afirma na apresentação o professor Marcos Buckeridge, diretor do IB.

Esse primeiro fascículo destaca nove projetos nas áreas de botânica, ecologia, fisiologia, genética e zoologia. O leitor tem um breve resumo do que é a pesquisa e pode obter mais informações a partir dos QRCodes, que levam a mais conteúdo sobre o tema tratado.

Uma das iniciativas, por exemplo, foi pioneira no País em estudar como as plantas respondem à elevação do gás carbônico, combinado ao aumento da temperatura e adventos de alagamento e seca. A ideia é entender como as plantas utilizadas para agricultura ou dos biomas brasileiros irão responder às mudanças climáticas globais, já que elas detêm 80% da biomassa do planeta.

Outro projeto faz uma avaliação dos impactos das mudanças climáticas para as populações de abelhas nativas, principalmente as abelhas sem ferrão, que são importantes polinizadoras nativas em ambientes tropicais terrestres.

Primeiro volume trata das pesquisas na área de biodiversidade e mudanças climáticas – Foto: Reprodução IB USP

.
Há ainda estudos sobre invertebrados marinhos e macroalgas na costa brasileira, biodiversidade marinha, efeitos da mudança no clima sobre a fauna, políticas públicas com soluções baseadas na natureza e educação ambiental.

Para conhecer os projetos, acesse o primeiro volume sobre pesquisas em Biodiversidade e Mudanças Climáticas clicando aqui.

Acompanhe o lançamento dos próximos volumes na rede social do IB no Facebook.