Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

O movimento cidade jardim surgiu com a proposta de um urbanista inglês que sonhava com uma cidade com características do campo

O movimento cidade jardim surgiu como um conceito de planejamento urbano utópico, criado pelo inglês Ebenezer Howard. A cidade jardim foi criada com intuito de promover acesso para as melhores características da cidade e do campo. O conceito nasceu graças à necessidade de melhorias na qualidade urbana, que cresceu com a Revolução Industrial.

Criação do movimento cidade jardim

A ideia do movimento cidade jardim foi desenvolvida pelo urbanista Sir Ebenezer Howard. Nascido no Reino Unido, Howard começou a descrever suas ideias em 1989 com a premissa de criar uma comunidade autossuficiente e sustentável. Essa comunidade seria uma resposta para as desigualdades sociais e os problemas urbanos que vinham crescendo com a Revolução Industrial.

Inspirado no livro de Henry George, “Progresso e pobreza”, Howard escreveu o seu próprio livro. Sua obra se chama “Tomorrow: A Peaceful Path To Real Reform”, que, em português,se traduz para  “Amanhã: um caminho pacífico para uma verdadeira reforma”. Em 1902, o livro ganhou uma sequência chamada de “Cidades Jardim do Amanhã”.

Howard acreditava que as condições ideais de vida para qualquer classe econômica podiam ser estabelecidas através de uma junção do campo e da cidade. Seu trabalho foi baseado em obras que enaltecem a classe trabalhadora.

A proposta ideal do movimento cidade jardim girava ao redor de ruas radiais com amplo espaço verde.

Funcionamento e estrutura do movimento cidade jardim 

Os planos iniciais do movimento cidade jardim mostram o uso de um local com 6 mil acres que seria lar para no máximo 32 mil habitantes. A região seria cercada por parques públicos e espaços verdes. O design busca casar o agradável e os elementos naturais do campo, as amenidades culturais e os benefícios sociais e econômicos da cidade. 

As cidades jardim seriam concebidas de forma econômica e socialmente dinâmica. No centro da cidade jardim existiria um grande parque central, que seria rodeado por um “palácio de cristal” para o mercado local. Para Howard, esse palácio seria cercado por mais um anel de casas, que por sua vez, seria rodeado por fábricas e um cinturão verde. 

Em seu livro sobre o movimento cidade jardim, Howard afirma que, apesar de seus diagramas, cada cidade deveria ser organizada de acordo com suas necessidades e geografia. Dentro dessa estrutura existiriam diversas outras construções, como:

  • Teatros, hospitais e salas de conferências;
  • Jardim de inverno no centro do “palácio de cristal”;
  • Aproximadamente 5,500 construções para residências individuais;
  • Escolas, creches e igrejas;
  • Fábricas, armazéns, quitandas, oficinas e acesso a uma linha de trem;

Quando a cidade jardim chegasse a sua capacidade máxima, uma nova estrutura seria construída nas proximidades. Desta forma, o movimento cidade jardim criaria uma rede pequena de comunidades independentes e adjacentes. O terreno da cidade jardim também seria dividido por usos, criando uma espécie de zoneamento funcional. 

Os planos do movimento cidade jardim influenciaram a criação do zoneamento da cidade de Nova York, nos Estados Unidos. Essa prática fez com que a densidade e o aumento na altura das construções fosse desencorajada.

O movimento cidade jardim colocado em prática

Para que a primeira cidade jardim fosse criada, Ebenezer Howard criou um fundo chamado Associação das Cidades Jardim. Com isso, ele conseguiu criar a primeira cidade jardim em 1989, em Letchworth, na Inglaterra.

No entanto, a primeira construção da cidade jardim não foi como Howard esperava. Os doadores do movimento cidade jardim só concordaram em investir na ideia se a cidade gerasse lucro através de aluguéis. Mesmo tentando incluir a ajuda de organizações cooperativas da classe trabalhadora, Howard não conseguiu apoio.

Assim, ele passou a contar apenas com investidores de grandes classes sociais. Por isso, ele teve que criar concessões ao seu plano, eliminando o esquema de propriedade cooperativa sem locadores. Outro fator que afetou seu plano inicial foi a contratação de arquitetos que não concordavam com seus planos rígidos de design

No ano de 1904, foi montada uma competição para decidir quem iria projetar Letchworth. Os arquitetos e urbanistas Raymond Unwin e Barry Parker ganharam a competição do movimento cidade jardim. Com isso, eles começaram a projetar a cidade jardim dentro do centro da propriedade de Letchworth.

Ambos os urbanistas compartilhavam da mesma ideia de Howard: a classe trabalhadora deveria ter maior acesso às cidades jardim

No entanto, o que aconteceu foi o oposto. Devido aos seus impostos e aluguéis baixos, Letchworth atraiu fabricantes e residentes da classe média. Mesmo com o esforço de Howard, o preço das casas do movimento cidade jardim não pode se manter acessível para classes mais baixas.

Apesar de muitas pessoas considerarem Letchworth como uma cidade jardim bem sucedida, ela não conclui a proposta de seu criador. Sem o apoio governamental e o preço acessível, que fora previsto inicialmente, o movimento cidade jardim daquela região se separou das ideias de Howard.

Outras tentativas do movimento cidade jardim 

Depois de sua primeira tentativa, Howard emprestou dinheiro de alguns amigos para construir a cidade jardim de Welwyn, também na Inglaterra. Até o ano de 1930, Welwyn e Letchworth eram as únicas cidades jardim do mundo. No entanto, o movimento cidade jardim cresceu  e inspirou outras localizações. 

O movimento cidade jardim se espalhou por Nova York, Boston e Virginia nos Estados Unidos. Ele também foi disseminado em países como Peru, África do Sul, Japão e Austrália. Recentemente, o conceito protótipo da Cidade do Amanhã, do Walt Disney, também aderiu ao conceito da cidade jardim