Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Voltada para a educação básica, obra organizada por professora da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da USP tem propostas em consonância com a Base Nacional Comum Curricular

Por Jornal da USP Um jogo para identificar possíveis criadouros para escorpiões, debates sobre desastres ambientais e orientações para implantação de um jardim pedagógico no ambiente escolar: esses são alguns dos recursos do livro Vamos investigar? Atividades didáticas para a área de Ciências da Natureza e suas Tecnologiaspublicação voltada a professores e estudantes da educação básica que está disponível para download gratuito neste link.

Resultado de um amplo trabalho de pesquisa, o livro reúne práticas inéditas e outras já conhecidas que foram adaptadas e testadas em um contexto real de ensino nas áreas de ciências da natureza. A obra foi editada pela Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq) e organizada pela professora Taitiâny Kárita Bonzanini, do Departamento de Economia, Administração e Sociologia da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, com a participação de alunos de licenciatura da Universidade e uma mestranda.

A ideia surgiu, segundo a organizadora, da necessidade de materiais que proporcionem um ensino mais dinâmico e contextualizado. “Entendemos que as produções acadêmicas precisam ser divulgadas e utilizadas pela sociedade, principalmente quando têm relação direta com a melhoria da qualidade educacional. Assim, o livro foi organizado para que as atividades didáticas possam ser compartilhadas e constituam um material para orientar práticas educativas”, afirmou.

Um dos diferenciais da obra, segundo a professora, está em trazer propostas em consonância com o novo documento da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que prioriza o trabalho por áreas de conhecimento. “A Biologia, a Química e a Física, por exemplo, são componentes curriculares que podem ser abordados pelas atividades apresentadas no livro”, disse Taitiâny. A publicação terá 200 exemplares físicos distribuídos gratuitamente para escolas públicas de Piracicaba e cidades próximas.
.

Páginas do livro com atividades sobre ciências da natureza – Foto: Reprodução/Esalq

.

Capa do livro – Foto: Divulgação/Esalq

Ela também destaca a preocupação de contemplar a educação inclusiva em todo processo: além de ser escrito em linguagem simples e acessível, o livro reúne sugestões de materiais de baixo custo, permitindo que as práticas sejam aplicadas em diferentes realidades. O livro também conta com ilustrações assinadas pela ex-aluna e professora Thamires de Oliveira Brito, falecida no último dia 23 de outubro.

A obra foi viabilizada com o apoio da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão (PRCEU) da USP, por meio de projeto financiado em parceria com o Banco Santander em 2020. Estudantes que participavam como bolsistas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) foram envolvidos na produção e aplicação de atividades didáticas junto a alunos do ensino médio da Escola Estadual Professor Antonio de Mello Cotrim, localizada no bairro Pauliceia, em Piracicaba.

Para baixar o livro clique aqui. Outras informações pelo e-mail livros@fealq.org.br.

Clique no player e confira no vídeo abaixo as principais contribuições do livro Vamos investigar? Atividades didáticas para a área de Ciências da Natureza e suas Tecnologias:

Texto adaptado de Caio Albuquerque, da Divisão de Comunicação da Esalq