Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Ganja yoga é o termo usado para a técnica que mistura os movimentos de yoga com o consumo da Cannabis

A ganja yoga é uma prática de exercícios nova que tem ganhado forças nos últimos anos. Ela consiste na mistura das técnicas de yoga com o uso da maconha, dois tópicos que são muito importantes para a cultura indiana. 

O termo ganja yoga foi criado pelo professor de yoga Dee Dussault, que é famoso na região de São Francisco, nos Estados Unidos, por seu trabalho na área. O intuito da ganja yoga é que os praticantes consigam alcançar uma maior concentração e relaxamento por meio do uso da droga, enquanto praticam os exercícios.

Apesar de ser uma droga ilícita em grande parte do mundo, a maconha tem papel fundamental na medicina Ayurveda. Segundo pensadores da Índia Antiga, a planta Cannabis sativa é uma das cinco plantas essenciais para o equilíbrio da saúde humana. Além disso, eles acreditam que ela teria sido um presente dos deuses para a humanidade, que surgiu no topo do monte Mandara.

De acordo com o fundador da ganja yoga, a Cannabis ajuda os seus alunos a “aquietar seu ego” e assim melhorar os benefícios da prática. No entanto, nem todos os praticantes e profissionais de yoga concordam com o uso da droga durante as aulas. Isso porque cada pessoa tem uma resposta diferente à Cannabis, o que faz com que outras pessoas tenham experiências ruins ou apresentem cansaço e falta de atenção.

Por que as pessoas praticam a ganja yoga? Quais os benefícios? 

Existem estudos que apontam os benefícios de certas substâncias da cannabis no tratamento de algumas doenças e transtornos psicológicos. O THC (tetrahidrocanabinol) e o CBD (canabidiol) são dois princípios ativos que podem trazer alívio para quem sofre com dores crônicas, ansiedade, depressão e câncer.

Desta forma, praticantes da ganja yoga optam pelo uso da droga para poder entrar em maior contato com seu inconsciente, sua própria respiração e a sensação de relaxamento. No caso de pessoas que sofrem com dores crônicas, elas podem praticar a yoga sem ter que lidar com os sintomas de suas doenças. 

Outro motivo é que a maconha é conhecida por ser uma droga que faz as pessoas se sentirem mais confortáveis e desinibidas, assim, elas não pensam duas vezes antes de fazer algo que querem.

Um último fator valorizado pela ganja yoga é a relação da Cannabis com o sistema endocanabinóide, responsável pela homeostase do corpo. Esse sistema trabalha para que todo o organismo humano esteja funcionando perfeitamente, em equilíbrio total, algo que é essencial para medicina ayurveda. 

ganja yoga

Por ser um termo novo, ainda não existem muitos estudos que discutam os benefícios da ganja yoga. Porém, existe uma série de efeitos positivos que são defendidos por seus praticantes, eles são: 

  • Melhora na concentração
  • Relaxamento
  • Sentidos apurados, um possível efeito do THC e CBD
  • Inibição reduzida

Como acontece a ganja yoga?

Durante uma aula de ganja yoga, o professor vai passar uma sacola ou um pote com vapor da Cannabis para inalação, ou oferecer o cigarro da maconha para fumar. Os primeiros 15 a 30 minutos da aula são destinados ao consumo da droga, e os outros 90 — podendo chegar até sete horas — são reservados para os exercícios. 

Quais os cuidados e riscos?

Os efeitos colaterais do uso da maconha não são os mesmos em todas as pessoas, nesses casos ela pode tirar o foco em vez de melhorá-lo. Alguns indivíduos apresentam uma “bad trip” (em português viagem ruim), situação onde a pessoa sente uma sensação ruim e pode apresentar sintomas psicóticos, ou coisas como:

Por isso, muitos especialistas afirmam que a ganja yoga não é uma prática para todos. Afinal, nem todo mundo vai ter um momento de relaxamento ou melhora nos sentidos durante o consumo da droga. Logo, é responsabilidade do professor ou técnico de ganja yoga supervisionar os efeitos colaterais de seus alunos e os ajudar com qualquer problema. 

Legalidade da maconha 

No Brasil, o uso recreativo da maconha é ilegal. A Cannabis sativa é usada no país apenas para a produção de medicamentos ou para a criação, autorizada, de plantas com o intuito medicinal, como tratamento de epilepsia.

Desta maneira, a ganja yoga não costuma ser praticada de forma legal no país. No entanto, em países que fazem parte da rota de turismo canábico, onde a maconha é legalizada, os estúdios de ganja yoga são conhecidos como atrações turísticas. Para saber mais sobre o assunto confira a matéria: “O que é turismo canábico e como funciona?