Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Gaiolas para pássaros só deveriam ser usadas em casos de extrema necessidade, como recuperação de aves feridas tratadas por profissionais ou reabilitadas

O uso de gaiolas para pássaros é discutido com bastante frequência. Algumas pessoas acreditam que gaiolas não deveriam ser usadas em nenhuma situação. Enquanto outras afirmam que existe uma situação e local correto para se fazer uso. Mas a verdade é que as gaiolas para pássaros podem ser usadas apenas em pássaros domesticados ou em casos específicos de recuperação de aves feridas 

O que é um pássaro domesticado? 

A apreensão e compra de pássaros que foram retirados da natureza é um crime e uma atitude antiética. Afinal, como já diz o ditado popular “pássaro engaiolado não canta, lamenta”. No entanto, muitas pessoas continuam fazendo, o que gera espaço para formação de tráfico desses animais. Um pássaro domesticado é uma vítima desses crimes. Um animal que foi concebido em cativeiro ou roubado da natureza ainda muito cedo.

Esses animais não são acostumados a viverem no mundo selvagem, e estão propensos a serem mortos por gatos selvagens ou outros predadores. Isso porque eles foram criados para serem vendidos a pessoas que querem domesticá-los – atitude que não deve ser tomada em momento nenhum.

Devido a todo esquema de tráfico de animais, eles são muitas vezes abandonados ou resgatados por voluntários de centros de reabilitação de aves. Por não poderem voltar à natureza, devido ao seu desenvolvimento em cativeiro, esses pássaros ficam à disposição para pessoas que podem voluntariamente adotá-los. 

Ninguém nunca deveria comprar e usar gaiolas para pássaros por recreação

Apenas quando o animal é domesticado, se recomenda o uso de gaiolas para pássaros. Entretanto, jamais compre um pássaro domesticado, essa atitude estimula o tráfico de animais. 

A gaiola serve unicamente para os momentos que o pássaro vai dormir ou vai ficar sozinho em casa. Alguns tutores de aves domesticadas optam por deixar a porta da gaiola de pássaro sempre aberta. Assim, o animal pode se divertir se pendurando nela. Ele também pode correr livre pela casa sempre que quiser, sem passar pelo estresse de ficar trancado.

Porém, nem todos os tutores optam por essa situação. Alguns preferem deixar a gaiola fechada quando saem ou vão dormir. Para essas pessoas, essa ação é um método de proteção do animal. Desta forma, eles conseguem impedir que a ave se machuque, sofra acidentes ou seja atacada por outros animais enquanto está fora das gaiolas para pássaros.

Essa escolha deve ser feita com muito cuidado e preparo. O tutor do pássaro domesticado terá que levar em consideração se sua casa é segura o bastante para que a ave corra solta por ela, enquanto ele não presta atenção.

Caso não seja possível assegurar esse fator, a melhor opção talvez seja manter o animal nas gaiolas para pássaros. Apenas nos momentos que não for seguro para ele circular pelo local. Nunca deixe a ave presa nas gaiolas para pássaros 24 horas por dia, o estresse de não se locomover com facilidade irá causar problemas de saúde.

Como escolher e manter as gaiolas para pássaros? 

Se você está cuidando de um animal domesticado (de preferência não comprado), pense em como deixar a ave confortável. O tamanho ideal para as gaiolas para pássaros é aquele que dê espaço o suficiente para que o animal consiga se mover e voar. Também é preciso que o objeto permita fácil acesso da ave ao lado de fora, quando a gaiola estiver aberta. 

O interior deve ser preenchido com brinquedos, para que o pássaro possa morder, pular, voar e se divertir enquanto estiver passando um tempo ali dentro. Os tipos de brinquedos para as gaiolas para pássaros devem ser escolhidos levando em conta o que a ave domesticada gosta. 

Por fim, não se esqueça de sempre higienizar as gaiolas para pássaros. Lave os brinquedos, mude os papéis e limpe os resíduos deixados pelas aves. Faça tudo isso com sabão, e outros produtos de limpeza sem nenhum tipo de aroma. Assim, é possível evitar que o animal sinta algum desconforto em decorrência da limpeza.

Repita este processo pelo menos uma vez por semana, ou sempre que notar que as gaiolas para pássaros estão muito sujas. 

Por que é preciso tanto cuidado? 

Animais domesticados não são animais domésticos. Ou seja, não é da natureza dele serem criaturas criadas em casa por humanos. Na verdade, essa realidade foi imposta a eles ainda muito cedo, por meio do tráfico de animais. Isso faz com que, apesar de serem animais silvestres, eles não consigam viver no mundo selvagem.

Desta forma, pássaros domesticados devem ser criados com muito carinho e atenção. Pois são animais frágeis e propensos a maus tratos. Sem contar que, comumente, essas aves passaram por muitos processos traumáticos enquanto estavam nas mãos de seus traficantes. 

Algumas aves precisam de mais interação humana que outras, por isso, certifique-se que o seu pássaro resgatado está recebendo toda a atenção que precisa (mas com atenção, pois excesso de contato também pode ser estressante). Converse com ele, brinque, cante e o ajude em sua locomoção sempre que necessário.

Se você o deixa na gaiola para pássaro com bastante frequência, fique de olho em sinais de estresse e ansiedade. Eles são visíveis quando o animal começa a picar e gritar, às vezes ele também pode começar a arrancar as próprias penas ou se machucar de várias formas. Nesta situação, entre em contato com um veterinário especializado em aves para saber o melhor tratamento.

Além de manter o conforto e proteção da ave nas gaiolas para pássaros, certifique-se de que a dieta do animal é correta. Sementes de pássaro encontradas em pet shops não são o suficiente, inclua grãos inteiros, frutas e legumes.

Outro fator importante para se levar em conta é que os pássaros são animais agitados e barulhentos. Se você pretende adotar uma ave resgatada, tenha certeza de que conseguirá lidar com sua forma de ser. Desta forma, é possível diminuir o número de pássaros domesticados abandonados. 

Por que não comprar aves silvestres? 

A verdade é que a discussão sobre gaiolas para pássaros vai muito além deste simples objeto. Ela tem base em um fundamento único, que é não retirar o pássaro de seu habitat natural para ser tido como animal doméstico. Aves são animais silvestres, portanto, devem continuar na natureza, onde vivem livremente de forma saudável.

Comprar um pássaro é beneficiar diretamente o tráfico desses animais. Pois dessa forma, se gera cada vez mais demandas, e os responsáveis pelo crime se sentem mais confiantes em realizar a captura das aves. Se você deseja cuidar de um pássaro, se voluntarie para adotar uma ave resgatada. 

Outra situação que não deve acontecer, é a captura desses animais silvestres para serem colocados em gaiolas para pássaros. Você não pode prender uma ave em uma gaiola para pássaro apenas porque deseja tê-lo. Essas criaturas, quando não forem vítimas resgatadas, devem viver na natureza de maneira livre.

O que fazer com um pássaro machucado? 

Se você encontrou uma ave machucada, não seja tão rápido em ir comprando as gaiolas para pássaros. Leve o animal para um profissional especializado, geralmente um veterinário. Depois que a criatura for analisada, o veterinário irá dizer se ela é um animal que cresceu na natureza ou em cativeiro.

Caso tenha crescido no meio ambiente, ela precisará retornar para onde veio. Se o pássaro for uma vítima de tráfico, é necessário entrar em contato com instituições especializadas, como o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais).

O que fazer para adotar?

Se você tem interesse em adotar um animal silvestre vítima de tráfico, é preciso buscar a legalidade e os responsáveis ambientais pelo resgate da espécie. Entre em contato com o órgão ajuizado pelos cuidados desses animais e pergunte quais os documentos necessários para a adoção e a legalização de posse da ave.

Depois que a instituição tiver comprovado que você pode ser um bom tutor para a ave domesticada, o processo de adoção irá se iniciar.