Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

O confrei é uma planta perene que possui diversas propriedades terapêuticas

O confrei (Symphytum officinale L.) é uma planta perene de origem europeia e asiática que foi introduzida nos Estados Unidos e na América do Sul. Atualmente, essa planta pode ser encontrada em diversos países, incluindo o Brasil. Devido ao seu potencial terapêutico, os povos dessas regiões incluíram o confrei em seu arsenal de medicamentos. 

Três espécies do gênero Symphytum são conhecidas como confrei: Symphytum officinale L., S. asperum Lepechin (confrei selvagem) e S. uplandicum Nyman (confrei russo), sendo estas duas últimas consideradas como adulterantes do confrei. Assim, a palavra confrei faz referência à espécie S. officinale

O confrei também é muito utilizado em projetos de permacultura

Por que usar?

O confrei:

  • É resiliente e adequado a uma variedade de locais e condições ambientais diferentes;
  • É bom para supressão de grama e ervas daninhas;
  • Gera grande quantidade de matéria orgânica;
  • É um grande polinizador, atraindo abelhas e uma variedade de outros insetos benéficos;
  • É útil em fitoterapia.

Usos do confrei

A literatura mostra relatos de uso do confrei desde 2000 a.C. na consolidação de ossos fraturados, além de sua utilização para cicatrizar feridas, danos em tendões, úlceras do trato gastrointestinal, congestão pulmonar, inflamação e distorção do tornozelo. Além disso, o confrei é utilizado na medicina popular para tratar dor muscular e dores articulares. 

Atualmente, o confrei tem sido referenciado por suas propriedades anti-inflamatória, cicatrizante, antipsóricas, anti-irritante e hidratante, antisséptica, bactericida e fungicida, antipruriginosa, emoliente, detergente e calmante. 

Como usar?

O confrei pode ser utilizado topicamente. Para isso, ferva dez gramas de folhas de confrei em 500 ml de água, coe, coloque a mistura em uma compressa e aplique sobre a região afetada. 

Contraindicações

Confrei
Imagem de  Carola68 Die Welt ist bunt…… por Pixabay 

Contudo, os efeitos hepatotóxicos do confrei limitam seu uso apenas para preparações de aplicação tópica, considerando as recomendações da Anvisa. Foi demonstrado que alcaloides pirrozilidínicos presentes no confrei são os responsáveis por seus efeitos mutagênicos e carcinogênicos.

Após ingestão por via oral da planta, podem ocorrer diversos sintomas, como anorexia, letargia, dor abdominal, destruição dos hepatócitos, trombose e carcinogênese. Somado a isso, existem evidências de que a planta pode causar riscos para mulheres grávidas por estimular a motilidade uterina, provocando aborto.