Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Saiba como aumentar o leite materno pode ser “uma mão na roda” para muitas mães

Como aumentar o leite materno? Essa preocupação cerca muitas mães de primeira viagem. Afinal, elas se preocupam se o se bebê pode estar passando por algum problema  devido à baixa produção de leite materno. No entanto, casos de pouca produção de leite são geralmente bem raros, e acontecem quando estão ligados a outro problema de saúde.

O ideal é que seja procurada ajuda, em caso da mãe sentir que está produzindo pouco leite. Entrar em contato com o médico responsável pelo acompanhamento da grávidez pode ajudar a responder às questões sobre a suspeita. Em geral, se o bebê estiver saudável, não precisa se preocupar, é provável que esteja tudo bem com sua amamentação

Mas se você está em busca de saber como aumentar o leite materno, é preciso entender quais os sintomas e quando é possível notar uma baixa na produção de leite para amamentação. 

Quando existe baixa produção de leite materno?

O melhor momento para buscar saber como aumentar o leite materno é no momento que você perceber que seu corpo não produz mais o suficiente para o crescimento da criança. A baixa produção de leite materno é, comumente, uma situação temporária que pode melhorar com um cuidado e suporte maior na hora de amamentar.

A produção de mais leite acontece em um esquema de demanda, o que significa que a mama irá produzir mais líquido conforme se é consumido ou retirado. Quanto menos leite removido, menos se produz. Confira alguns sinais de baixa produção de leite:

Pouco ganho de peso

É comum que, ao longo dos primeiros dias, o seu bebê perca cerca de 5% a 7% do peso que tinha ao nascer. Porém, é preciso que ele ganhe ao menos 20 a 30 gramas por dia, e no fim de dez a 14 dias ele precisa retornar ao peso que tinha no dia do parto.  Caso ele não volte a ganhar peso entre o quinto ou sexto dia, é preciso procurar ajuda médica. 

Fraldas molhadas e sujas em pouca quantidade

Um bom medidor, para saber se você precisa saber como aumentar o leite materno, são as fraldas do seu filho. Se ele fizer pouco cocô e xixi, significa que você pode estar produzindo menos leite do que é necessário para o desenvolvimento da criança. Caso isso aconteça, procure orientação médica.

Desidratação da criança

Os sintomas de desidratação são sinais de que é preciso saber como aumentar o leite materno. Caso a criança apresente boca seca, pele e olhos amarelados, letargia, falta de fome e urina escura, você pode está produzindo menos leite do que o necessário. Outras situações que causam desidratação na criança são: febre, diarreia, vômito ou calor excessivo. 

Quais sinais de que o bebê tem se alimentado direito?

Ficar de olho em seu bebê para saber se é preciso saber como aumentar o leite materno é essencial. É possível saber se a criança tem consumido leite o suficiente se ela:

  • Tem seis ou oito fraldas úmidas em um período de 24 horas, incluindo algumas fraldas sujas;
  • Acorda sozinho para comer e mama de forma vigorosa no peito;
  • Mama pelo menos oito ou 12 vezes em um dia;
  • Dorme profundamente depois de se alimentar;
  • Volta ao peso do nascimento em duas semanas;
  • Ganha cerca de 150 gramas ou mais toda semana durante três meses
  • Faz cocô três ou quatro vezes nos quatro primeiros dias de vida;

Quais as causas da baixa produção de leite?

A baixa produção de leite materno tem algumas causas diversas. Por esse motivo, mulheres que apresentam qualquer uma dessas condições precisam saber como aumentar o leite materno. 

Fatores emocionais

Os fatores emocionais que estão ligados à pouca quantidade de leite materno são ansiedade, estresse, depressão e vergonha de amamentar. A criação de um espaço privado e relaxante para a amamentação ajuda a criar uma experiência mais suave e sem estresse. O que pode ser uma forma de aumentar o leite materno.

Condições médicas

Há um número de condições médicas que podem resultar em uma interferência na produção do leite. Esses problemas de saúde são: 

  • Tensão arterial elevada induzida pela gravidez
  • Diabetes
  • Síndrome dos ovários policísticos (SOP)

Cigarros e álcool 

Beber ou fumar de maneira moderada, até em excesso, é um dos fatores que acaba causando a baixa produção de leite materno.

Cirurgia nos seios 

Caso a pessoa tenha realizado uma cirurgia nos seios, como a redução de mama, remoção de cisto e mastectomia, ela pode enfrentar problemas e ter que buscar como aumentar a produção de leite. Isso porque os resultados dessas cirurgias podem interferir na lactação. Além disso, piercings de mamilo podem gerar danos nos nervos que conectam a produção de leite no seio. 

Uso de certos medicamentos 

O uso de medicamentos que contêm pseudo-efedrina, como medicamentos para alergia e sinusite, diminui a produção de leite materno. Alguns tipos de hormônios usados em anticoncepcionais também podem gerar esse efeito na amamentação. 

Separação do bebê da mãe

Em situações onde ocorre uma separação da mãe e do filho depois do parto, e consequentemente uma demora na amamentação, saber como aumentar o leite materno talvez seja necessário. Seja devido algum problema de saúde, da mãe ou do bebê, ou por amamentação escalada, a demora na primeira alimentação da criança é crucial para reduzir a quantidade de leite.

Pular a amamentação

Se em algum momento for necessário pular a amamentação e dar para a criança fórmula, é preciso retirar o excesso de leite do peito. Caso essa forma de aumentar o leite não seja aplicada, há chances da produção diminuir. 

Como aumentar o leite materno?

Caso a mãe apresente baixa produção, ela terá que encontrar formas de como aumentar o leite materno. 

Confira a seguir algumas dicas sobre como aumentar o leite materno:

Amamente com frequência, sempre que o bebê estiver com fome  

Sempre que a criança mostrar estar com fome amamente. Deixe que ela decida qual o momento certo para parar de amamentar. O ato do bebé continuar sugando o seio mesmo depois do leite acabar faz com que a mama entenda que precisa produzir mais leite. Quando isso acontece, os músculos do seio têm um reflexo para mover o leite pelos dutos. Quanto mais você amamenta, mais leite se produz.

Essa forma de como aumentar o leite materno é ideal quando a criança se alimenta de oito a 12 vezes por dia. Desta forma, é possível manter uma produção de leite adequada.

Bombeie entre a amamentação 

Bombear o seio entre os períodos de amamentação também ajuda em como aumentar o leite materno. Preparar as mamas antes de bombear pode tornar o processo mais fácil e rápido. Tente bombear sempre que ainda tiver leite depois de amamentar, caso o bebê tenha perdido a amamentação e se ele tomar uma mamadeira de fórmula ao invés de leite materno.

Amamente dos dois lados 

Alternar entre os seios entre uma amamentação e outra é uma boa forma de como aumentar o leite materno. Deixe com que a criança se alimente no primeiro seio até cansar, e na próxima amamentação ofereça o outro seio. 

Trocar um seio pelo outro em uma amamentação só também ajuda em como aumentar o leite materno, e ainda resulta em altos níveis de gordura no leite produzido.

Consuma alimentos que ajudam a produzir leite 

Existem alimentos que, quando adicionados à alimentação diária da mãe, podem ajudar a aumentar o leite materno, tais como:

Relaxe ao decorrer do dia

Descansar durante o dia ajuda a aumentar o leite materno. Isso porque o corpo consegue garantir o nível suficiente de energia para a produção do alimento. Tirar um momento para relaxar depois de alimentar o bebê, incluindo deixar de lado tarefas domésticas, é a chave para uma boa produção.

Beba água 

Uma das bases para a produção de leite é o consumo de líquidos da mãe. Por isso, se você busca saber como aumentar o leite materno, mantenha-se hidratada sempre. Beber de três a quatro litros de água por dia é um ótimo passo para uma boa produção, o consumo de sucos, chás e sopas também é recomendado. 

Para começar, que tal beber um copo de água antes e depois da amamentação?