Peecycling: você já pensou em reciclar o xixi?

Reutilizar os nutrientes oriundos da urina humana pode ser uma alternativa na redução do uso de fertilizantes comerciais

Se você sente vontade de fazer suas necessidades fisiológicas, qual é o caminho mais comum e correto? Ir ao vaso sanitário. Depois do alívio, as fezes e a urina partem descarga abaixo, junto com litros e litros de água, pelas tubulações de esgoto. Em locais com infraestrutura, esses dejetos seguem para uma estação de tratamento de esgoto e passam por várias etapas até que o líquido se torne apto a ser encaminhado novamente para algum rio.

Uma das etapas do tratamento do esgoto é a redução de nutrientes, como fósforo e nitrogênio, oriundos da urina e que favorecem a eutrofização de rios e lagos, apesar de serem altamente necessários para o crescimento de plantas.

Mas se esses nutrientes são benéficos em algumas situações, será que não é possível aproveitá-los? A resposta é sim!

Peecycling é o nome criado para quem quer reciclar xixi a fim de reaproveitar seus nutrientes: o que também reduz a pegada hídrica e os gastos excedentes em estações de tratamento para remover esses nutrientes, considerados “poluentes” em tais contextos.

Evitar desperdício de água

A descarga compartilhada é uma forma de conservação da água. Ou seja, reduzir o número de descargas diárias, usadas só para a urina matinal. Isso não ajudará em nada para retornar os nutrientes à terra, mas ajuda reduzir a pegada hídrica, o que já pode ser um grande começo!

Usar como fertilizante

Todo mundo está acostumado com a ideia da nutrição do solo com resíduos de animais, como os estercos de vaca, que já são comercializados em casas do ramo para fertilizar o solo, mas por que não utilizar a urina como fertilizante?

Como urinar fora de um banheiro não é bem visto socialmente (é até proibido em alguns países, incluindo o Brasil), você não pode fazer suas necessidades “por aí”, mas você pode armazenar a urina e utilizar posteriormente para regar o seu jardim, ou na sua compostagem - seja diretamente ou diluindo com uma porção de água.

Privada

Se você pode e quer investir um pouco mais nisso, há opções. A primeira e mais popular é a descarga seletiva, que reduz a quantidade de água dependendo do uso do vaso sanitário (para xixi, a quantidade de água despejada é menor).

Pesquisadores suecos foram além e desenvolveram um sanitário que faz a separação entre urina e fezes. Segundo os envolvidos no projeto, as vantagens da separação da urina são grandes, como a redução do odor sobrecarregado do esgoto, que é oriundo da fermentação da mistura de urina e fezes.

Usar na compostagem

As plantas e o solo precisam de fósforo para sobreviverem e se desenvolverem, mas nós estamos chegando ao auge do fósforo. De acordo com certas pesquisas, nossas reservas só vão durar até 2030.

Então, como podemos parar a poluição com fosfato em rios, reciclando e mantendo-o na cadeia alimentar, onde nós precisamos dele? Compostagem seria uma boa maneira de reciclar este nutriente, valorizando a sua volta para o solo, cortando a necessidade de novas aplicações de fertilizantes. Seria então possível capturar grande quantia dos três milhões de toneladas de fósforo que percorrem corpos humanos por ano.

Uma iniciativa já teve inicio em Amsterdã, onde coletores de urina estão dispostos em praça pública para receber doação de voluntários que querem ajudar na possibilidade de reúso.

A ideia inicial era processar o material no local e utilizá-lo para regar jardins, campos e principalmente telhados verdes, para reduzir a quantidade de fertilizante utilizados.

Veja o vídeo utilizado para a divulgação do projeto (em inglês).



Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail