Com hortas em jardins, moradores de cidade suíça compartilham vegetais

eCycle

Nas imediações da Avenida Crozet, em Genebra, a cultura da horta comunitária está muito difundida

Hortas caseiras em Genebra

E se, em vez de comprar frutas e verduras na feira, no sacolão ou no mercado, fosse possível simplesmente trocá-las em uma espécie de horta comunitária com seus vizinhos? É isso que ocorre nas imediações da Avenida Crozet, em Genebra, na Suíça, onde a maior parte dos jardins das casas foram transformados em hortas comunitárias.

E como dá para perceber na imagem acima, tudo é muito bem organizado. Cada uma das famílias planta um alimento pré-determinado. Quando já é possível colhê-los, eles são trocados por outros entre os vizinhos.

O conceito é antigo e foi criado pelo médico alemão Moritz Schreber, no século 19. No ano de 1864, durante uma campanha para aumentar o número de áreas de lazer para as crianças em alguns bairros de países na Europa, os espaços externos das casas começaram a ganhar outro uso. Foi nessas áreas que as famílias começaram a plantar e cultivar alimentos para seu próprio consumo. Mais tarde a ideia ganhou força e países como Áustria e Suíça também aderiram.

Hoje, em alguns países europeus, a prática do cultivo do próprio alimento é protegida por lei. Em 2003, o governo russo assinou a Lei da Horta Privada, na qual, todo cidadão tem o direito a parcelas de terra para plantio totalmente de graça.

Veja a Avenida Crozet no Google Maps.


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail