Teste de equilíbrio avalia riscos da ocorrência de um derrame cerebral

eCycle

Pesquisadores encontraram uma ligação entre a capacidade de se equilibrar em uma perna e a possibilidade de ter pequenos derrames

Você consegue se equilibrar em uma perna por mais de 20 segundos? Uma nova pesquisa indica que a sua capacidade (ou incapacidade) de fazer isso pode prover aos médicos uma boa indicação de seus riscos quanto a ter um acidente vascular cerebral (AVC).

O AVC é uma emergência médica, sendo que o paciente que sofrer um derrame necessita ser encaminhado imediatamente a um hospital para ser atendido. Não existe um tratamento que possa recuperar as células cerebrais, ainda que existam recursos que ajudam na restauração de funções de movimentos e da fala. Geralmente, sofrem AVC pessoas mais velhas com diabetes, colesterol elevado e hipertensão arterial, e fumantes; no entanto, pode ocorrer também em pessoas mais jovens que tenham hipertensão arterial ou problemas na coagulação do sangue.

Em novo estudo realizado no Centro de Medicina Genômica da Universidade de Kyoto, no Japão, foi avaliada a capacidade de equilíbrio de cerca de 1,4 mil homens e mulheres, com idade média de 67 anos. Os pesquisadores pediram a cada um dos participantes que tentasse se equilibrar em uma perna por um minuto. Cada participante também fez uma ressonância magnética cerebral para procurar derrames silenciosos ou pequenos sangramentos que podem ter ocorrido e que não foram notados.

Os pesquisadores descobriram que os indivíduos que tinham mais dificuldade em permanecer equilibrados por mais de 20 segundos eram mais propensos a ter esses pequenos derrames. Além de problemas de equilíbrio, os participantes que tiveram derrames silenciosos também apresentaram uma redução de habilidades cognitivas e de memória.

De acordo com o estudo, que foi recentemente publicado em um edição do jornal da Associação Americana do Coração, cerca de um terço das pessoas que tiveram dois ou mais pequenos derrames também apresentou problemas para se equilibrar. E 16% dos que já tiveram um AVC apresentaram as mesmas dificuldades.

As lesões cerebrais causadas pelos chamados derrames silenciosos também podem ser pequenas demais para serem notadas ou causarem problemas. No entanto, especialistas em saúde alertam que eles podem levar a grandes problemas com o tempo. Os derrames silenciosos ocorrem quando pequenos vasos sanguíneos no cérebro se entopem sem que a vítima se dê conta. A somatória de vários desses AVCs silenciosos pode desencadear em demência ou em outros derrames futuros.

Assim, o teste de equilíbrio pode ser uma maneira fácil e sem nenhum custo para os médicos avaliarem de modo geral o risco de pacientes sofrerem um derrame e acompanhá-los com mais atenção.

Fontes MMNDr. Drauzio

Veja também:
-Entenda os riscos do colesterol elevado e saiba como se prevenir
-Poluição pode causar inflamações nos vasos sanguíneos de crianças, diz pesquisa

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail