Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Armário-cápsula inclui apenas 30 peças de roupa versáteis, capazes de criar diferentes looks. É uma forma de economizar e reduzir os impactos ambientais

Imagem editada e redimensionada de Yasmine Boheas, está disponível no Unsplash

Seu guarda-roupa anda bagunçado? Você tem roupas demais? Já pensou em doá-las? Faça isso e transforme seu guarda-roupa em um armário-cápsula!

Vivemos comprando roupas novas, juntando roupas velhas em nossos guarda-roupas e nunca utilizamos tudo o que temos. A indústria de roupas é marcada pelo fast fashion e é uma das mais poluidoras do mundo.

O armário-cápsula, por outro lado, funciona como uma seleção de poucos acessórios e peças do guarda-roupa que podem ser usados para criar várias combinações e looks diferentes. É uma iniciativa que ajuda a gastar menos tempo escolhendo o que vestir e que ainda reduz os impactos ambientais.

    Como fazer seu armário-cápsula

    Não há uma fórmula para o armário-cápsula. A ideia é ter poucas peças que combinem entre si, mas você pode adequar de acordo com o seu estilo de vida e rotina. Geralmente, são escolhidas de 30 a 37 peças para compor seu guarda-roupa. Mas a escolha de quais itens vão entrar para o seu armário vai depender do seu gosto e necessidade.

    Avalie seu dia a dia

    Para começar a montar o seu armário-cápsula, avalie seu dia a dia e como você se veste. Quais roupas você usa com mais frequência? Identifique esses itens antes de começar a separá-los. Pense no trabalho, nos fins de semana e outros eventos. Isso fará com que você saiba priorizar as peças que entrarão para o seu armário-cápsula.

    Decida como você quer se vestir

    Ao criar o seu armário-cápsula, você estará também, de certa forma, escolhendo o seu estilo. Portanto, o momento de separar as roupas é também o momento em que você deve decidir como gostaria de se vestir para evitar que, posteriormente, você volte a acumular aquelas roupas que não usa.

    Selecione as roupas que você já tem

    Se seu objetivo com o armário-cápsula é reduzir os impactos ambientais, não se preocupe em obter peças de roupa que sejam sustentáveis agora. Comece com o que você já tem e, com o tempo, entenderá melhor o que você precisa.

    Separe as peças que são versáteis

    Depois de avaliar sua rotina e escolher o seu estilo, é hora de escolher as peças e acessórios, começando pelos itens mais versáteis. Algumas roupas podem servir para várias ocasiões diferentes se forem estilizadas.

    Pense na praticidade, na possibilidade de criar diferentes combinações e faça uma lista de itens importantes. Dependendo do clima e do seu estilo pessoal, você pode separar calças jeans, shorts, bijuterias, óculos de sol, camisetas, vestidos, etc.

    Cuidado com as cores

    Ao realizar uma breve pesquisa sobre armário-cápsula, é comum encontrar muitas cores neutras. Normalmente, a paleta de cores é selecionada para facilitar as combinações e pode ser mais fácil montar diferentes looks com alguns tons neutros. Sendo assim, no momento de escolher as peças, leve em consideração as sua cores também.

    Priorize o que você realmente usa

    Para saber priorizar os itens do seu armário-cápsula, você pode separá-los em três pilhas: “manter”, “talvez” e “doar”. Na hora de separar, pergunte a si mesmo: “eu usei essa roupa ano passado?”, se a resposta for não, a probabilidade é que você nunca irá utilizar essa peça novamente. Separe até que a pilha que você irá manter tenha 30 peças de roupa — ou o valor que tiver escolhido para o seu armário.

    Mude os hábitos de compra e cuidado

    Com o seu armário-cápsula bem montado, é preciso levar isso para frente e assumir o consumo consciente. Em primeiro lugar, é importante cuidar ainda melhor das peças para que elas durem mais. Nesse caso, o ideal é ler as etiquetas com as instruções de lavagem. Além disso, você pode adotar o slow fashion e, ao decidir comprar algo novo, priorizar os brechós, por exemplo.

    Outras boas opções são: doar as roupas para instituições de caridade, vender para brechós, reaproveitá-las de alguma forma ou reciclar. Se tiver alguma roupa desgastada, é possível utilizá-la para compostagem caso o tecido seja biodegradável. Saiba o que fazer com elas na matéria: “O que fazer com sapatos e roupas velhas?“.

    Por fim, para saber mais sobre o armário-cápsula, você pode assistir a um vídeo da Giovanna Nader — fundadora do Projeto Gaveta — explicando um passo a passo de como montar um armário-cápsula:



    Veja também: