Bactéria que come plástico ajuda na reciclagem

eCycle

Bactéria presente na atmosfera é capaz de digerir quantidade significativa de plástico

bactéria que come plástico
Imagem de quokkabottles no Unsplash

A bactéria que come plástico, conhecida como Ideonella sakaiensis, pode ser uma alternativa à reciclagem de resíduos difíceis de tratar. Ela é capaz de biodegradar os plásticos do tipo poli (tereftalato de etileno), conhecidos como PET, muito presentes nas garrafas de refrigerante.

Como ocorre a biodegradação

O tempo de decomposição do plástico é incerto, mas já se sabe que ele dura tempo suficiente para causar impactos significativos ao meio ambiente e ao ser humano. Nesse cenário, uma bactéria como a Ideonella - que demonstrou ser capaz de digerir 60 mg de plástico em seis semanas - pode ser uma aliada da gestão dos resíduos sólidos das cidades.

O mecanismo pelo qual ela atua sobre os materiais PET é basicamente o da digestão. A bactéria que come plástico utiliza duas enzimas para isso, a petase e a metase. Ela foi descoberta em 2016 por cientistas japoneses que a encontraram no meio de resíduos plásticos misturados com lama, água e sedimentos do solo. O grupo que a descobriu, chamado Kohei Oda, pertence ao Instituto de Tecnologia de Kioto, no Japão.

Uma das soluções possíveis

O uso da bactéria que come plástico na gestão dos resíduos sólidos pode uma alternativa interessante para ajudar a mitigar alguns dos problemas que o plástico vem gerando desde sua criação, já que a reciclagem convencional acontece pouco na prática e tem gasto de energia. Entretanto, a Ideonella não pode ser vista como panaceia para a poluição.

É importante reconhecer que a gestão do resíduo plástico não se reduz à sua reciclagem ou biodegradação. O plástico deve ser pensando antes mesmo da instalação de suas fábricas; deve ser formatado em designs eficientes e com menor impacto, como as tampinhas de shampoo que não se desprendem, compondo uma única embalagem. Além disso, é importante reduzir o uso desse material, e no destes não usar nada ou alternativas de pano, papelão e outros materiais ecofriendly.


Fontes: Fapesp e Science

Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×