Óleo de gergelim proporciona benefícios à saúde

eCycle

O óleo é extraído por meio do processo de prensagem a frio, em que as sementes passam por um compressor físico

Gergelim

O gergelim é uma oleaginosa do gênero Sesamum, que possui 36 espécies, sendo a mais conhecido e comercial a Sesamum indicum L. Tendo uma excelente adaptação em regiões tropicais, o gergelim é cultivado em mais de 71 países, principalmente nos continentes asiático e africano, que representam 60% da produção mundial. Muitos acreditam que o gergelim tenha sido cultivado na Babilônia e na Assíria há quatro mil anos - o que o torna uma das culturas conhecidas mais antigas do mundo. O gergelim possui fácil adaptação em solo semiárido, tendo valor econômico considerável para regiões em que a agricultura é prejudicada por ter solo com poucos nutrientes. Confira seus benefícios na matéria: "Benefícios do gergelim".

Mas quem nunca comeu um pão com gergelim? O gergelim é muito utilizado na indústria alimentícia, principalmente para fabricação de pães, e na indústria de biscoitos e doces. Entretanto, boa parte da produção do gergelim é voltada para a fabricação de óleo vegetal e biocombustível, devido ao seu alto teor de óleo: 52% (em massa).

O óleo de gergelim

O óleo de gergelim é extraído por meio do processo de prensagem a frio das sementes de gergelim. Elas passam por um compressor físico que extrai o óleo sem a alteração de temperatura ou adição de solventes, resultando em uma torta (bagaço resultado das sementes oleaginosas), rica em fibras, e no óleo, que é então filtrado e refinado, ficando com uma cor amarelada.

O óleo de gergelim possui uma alta estabilidade e não rancifica facilmente, graças à sua composição. O óleo possui ligninas, sesamolina, sesamina, vitaminas A, B, C e E e alto teor de ácidos graxos insaturados (como ácido oléico e linoléico, conhecidos como ômega 9 e ômega 6). Por meio da decomposição da sesamolina, são formados o sesamol e sesamina, que atuam como antioxidantes e são responsáveis pela estabilidade do óleo.

A presença de sesamina e lignanas podem contribuir acelerando a decomposição do álcool no fígado, além de apresentarem atividades anti-hipertensiva, imunorreguladora, anticarcinogênica, entre outras. O óleo de gergelim é comestível, podendo ser utilizado na culinária como tempero, porém seu foco atual de produção está ligado ao biocombustível.

Graças à presença de compostos com alto potencial antioxidante, o óleo de gergelim pode trazer diversos benefícios, tanto para o organismo interno, por meio da ingestão, quanto para o organismo exterior (corpo e cabelos), possibilitando sua aplicação em cosméticos e até fármacos. Além do seu alto poder antioxidante, o óleo de gergelim pode possuir diversas propriedades, como:

  • Ação anti-inflamatória;
  • Diminuição da pressão arterial;
  • Hidratação e maciez;
  • Antienvelhecimento;
  • Proteção dos raios UV.

Com essas propriedades, o óleo de gergelim pode ser aplicado na manutenção, proteção e hidratação da pele e dos cabelos.

Cuidados

Devido ao fato de o óleo de gergelim ter um efeito de diminuição de pressão arterial significativo, consulte o seu médico antes de adicionar o óleo de gergelim à sua dieta, para evitar futuras complicações devido a esse efeito.

O óleo de gergelim é um dos melhores óleos vegetais disponíveis, proporcionando benefícios à saúde via sua utilização na culinária e em cosméticos. Entretanto, antes de utilizá-lo, certifique-se de que o produto é 100% natural e puro, livre de componentes que possam ser nocivos à saúde. Muitos produtos que contêm o óleo de gergelim podem possuir substâncias prejudiciais, como parabenos, introduzidos para melhorar algum aspecto físico do produto e até o seu tempo de vida.

Você pode encontrar diversos tipos de óleos 100% naturais e puros na Loja eCycle.

Descarte

O descarte indevido de óleos provoca sérios impactos ambientais, principalmente na questão de contaminação da água. Dessa forma, o descarte de óleos vegetais em ralos e pias é inadequado, pois pode causar diversos riscos ambientais e, também, entupimento nos encanamentos. Portanto, em caso de descarte, procure pelo local correto para esses produtos, coloque os resíduos de óleo em um recipiente plástico e leve-os a um ponto de descarte para que o óleo possa ser reciclado.

Encontre o ponto mais próximo para descartá-los. Você também pode utilizar o óleo usado para produzir sabão de alta qualidade.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail