Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

A bike elétrica dinamarquesa MATE é dobrável e conta com suspensão dianteira e traseira

Criada em uma das capitais mundiais do ciclismo, Copenhague, na Dinamarca, a MATE Bike apresenta um novo conceito de bike elétrica para o mercado. Dobrável, a MATE tem suspensão dianteira e traseira, dois discos de freio de carbono e um assento especialmente confortável, de acordo com seus projetistas. O sistema de dobramento em apenas três passos faz com que o usuário possa levar a companheira a quaisquer lugares, com trens e metrôs ou porta-malas de carros.

Versatilidade e autonomia

A bicicleta foi desenvolvida com o objetivo de ser versátil. Claro que você pode pedalar nela como se fosse uma bicicleta normal com a marcha de sete velocidades, mas a melhor parte vem do motor elétrico de 350 quilowatt (kW), que possibilita atingir a velocidade de 35 km/h sem sequer suar (o que pode ser importante se o uso se der no deslocamento para o trabalho). A bicicleta tem autonomia de 80 km com apenas uma carga.

A bateria de lítio fica bem encaixada na armação da bicicleta, num mecanismo resistente de fechamento que pode ser facilmente removido para recarga – mas também é possível conectar a própria bicicleta em alguma fonte de energia. MATE também tem um minicomputador e um dispositivo com uma tela de LCD, que é à prova de poeira e água e mostra ao usuário a quantidade de bateria disponível, tempo e distância da viagem. Há uma entrada USB para que os ciclistas possam carregar seus celulares e outros aparelhos enquanto pedalam.

Origem

A MATE foi idealizada pelos irmãos dinamarqueses Christian Adel Micheal e Julie Kronstrøm Carton, que acreditam que o ciclismo é mais do que uma simples forma de transporte, mas também um estilo de vida. Eles analisaram que o ciclismo poderia ser uma prática mais amplamente praticada do que de fato é e pensaram em soluções para isso. Foi assim que surgiu uma bicicleta que exige menos esforço de seus usuários, tem baixo custo e é sustentável.

Para saber mais sobre o projeto, assista ao vídeo em inglês.


Fonte: MATE

Veja também: