Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Confira os benefícios da massagem facial gua sha, técnica que tem origem na medicina tradicional chinesa

Gua sha é uma técnica de massagem facial típica da medicina chinesa, que consiste em esfregar ou raspar a pele com algum objeto em movimentos ascendentes e longos, aplicando pressão suficiente para criar pequenos hematomas. A técnica, além de tratar a dor e auxiliar na redução do inchaço, ainda promove a circulação sanguínea, atenua linhas de expressão, alivia a tensão muscular e melhora várias condições de saúde (como problemas respiratórios e digestivos, insônia e febre).

A massagem gua sha tem como objetivo mover a energia, conhecida como qi ou chi, ao redor da face e do pescoço. A raspagem é comumente feita com uma pedra (jade ou quartzo, mas também existem opções de madeira próprias para este fim). A medicina tradicional chinesa acredita que o sha, a vermelhidão provocada pela massagem, incentiva a cura de vários problemas cutâneos e promove o bem-estar geral.

Além disso, acredita-se que o qi bloqueado é a causa de dor ou tensão nos músculos e nas articulações. Por isso, a massagem gua sha pode mover essa energia bloqueada para aliviar dores ou rigidez, funcionando também como uma drenagem linfática facial, porque reduz o inchaço.

Efeitos colaterais e riscos

Gua sha causa o rompimento de pequenos vasos sanguíneos próximos à superfície da pele, chamados capilares. Isso cria manchas vermelhas ou roxas distintas, conhecidas como sha. Os hematomas geralmente levam alguns dias ou uma semana para cicatrizar e podem ficar sensíveis durante a cicatrização. Aplicar uma bolsa de gelo pode ajudar a reduzir a inflamação e aliviar as dores.

Não é comum que a pele se rompa durante o tratamento, mas existe o risco de isso acontecer. A pele rachada aumenta a possibilidade de infecção. Por isso, o praticante de gua sha deve sempre esterilizar suas ferramentas entre os tratamentos.

Gua sha não é adequado para todos. Você não deve fazer a massagem se:

  • Apresentar condições médicas que afetam a pele ou as veias
  • Sua pele sangra facilmente
  • Tomar medicamentos para diluir o sangue
  • Tiver trombose venosa profunda
  • Possuir infecções, tumores ou feridas não cicatrizadas
  • Tiver um implante, como um marca-passo ou desfibrilador interno

Como fazer gua sha: passo a passo

Gua sha
Imagem de Content Pixie no Unsplash

Não existe apenas um jeito de fazer o gua sha, mas, no rosto, a técnica mais simples consiste em fazer movimentos ascendentes, a partir do meio da face, em direção à testa e às orelhas. Você precisará de um hidratante ou óleo facial e a pedra específica para a massagem, que pode ser encontrada em diversas lojas online.

Antes de começar, certifique-se de que seu rosto está limpo e bem hidratado (sem manchas secas). Você não deve ter hematomas, cortes ou danos na pele.

  1. Aplique um óleo ou hidratante no rosto. Esfregue as mãos para aquecê-lo e espalhe-o pelo rosto e pescoço.
  2. Segure sua pedra gua sha firmemente contra a pele do rosto, em um ângulo plano (cerca de 15 graus é aconselhável), dentro de uma faixa de pressão de leve a média.
  3. Faça movimentos ascendentes e lembre-se de repeti-los pelo menos três vezes. Você pode fazer mais se tiver tempo. Mantenha o ritmo lento e certifique-se de mexer e massagear com a pedra.
  4. Como mantemos muita tensão na região do pescoço, é vital primeiro relaxá-lo. Segure a pedra com a borda entalhada voltada para baixo.
  5. Comece com a nuca e alise para cima, até chegar ao osso na base do crânio.
  6. Mova a pedra para as laterais do pescoço e repita o movimento para cima, até alcançar os respectivos ossos atrás das orelhas.
  7. Mova para a frente do pescoço. Comece pela clavícula até chegar à mandíbula.
  8. Para o centro do pescoço, segure a borda dentada da pedra para baixo e alise para cima até chegar ao osso do queixo. Repita o movimento pelo menos três vezes.
  9. Usando o lado chanfrado da pedra, mova para o lado direito do rosto, comece pelo queixo e passeie pela linha da mandíbula até chegar à orelha.
  10. Use o lado longo e achatado da pedra para mover para cima na bochecha. A pedra deve esfregar em sua bochecha. Comece do lado do lábio, logo acima da orelha, de forma ascendente.
  11. Mova para a região sob os olhos e coloque o lado dentado da pedra logo abaixo do olho (voltado para cima), perto do topo do nariz. Em seguida, passe o dedo ao longo da região sob os olhos com uma pressão muito leve. Não pressione com muita força aqui.
  12. Passe a borda entalhada da pedra ao longo de sua sobrancelha e passe para cima e para fora até a extremidade.
  13. Com o lado achatado da pedra, começando com a sobrancelha sendo coberta pelo lado comprido da pedra, mova para cima até chegar ao topo da testa.
  14. Em seguida, use a borda plana curta da pedra, comece ligeiramente à direita do centro de suas sobrancelhas e mova para cima, até chegar ao fim. Depois, repita o procedimento do outro lado do rosto.

Seja consciente

Com a explosão de tratamentos alternativos com cristais e pedras semipreciosas, é preciso ficar atento à procedência dos materiais que você utiliza, porque os garimpos clandestinos são um problema grave no Brasil e no exterior.

Em 2011, segundo o site da Federação Nacional das Polícias Federais, 375 toneladas de quartzo –  um dos cristais utilizados na massagem gua sha – foram apreendidas, após a descoberta de que a extração do mineral estaria danificando áreas de preservação permanente. Na operação, 31 pessoas que viviam em condições análogas à escravidão numa mina de cristal de quartzo foram resgatadas.

Em 2019, o jornal britânico The Guardian publicou uma matéria expondo a infinidade de problemas ambientais e de violações aos direitos humanos relacionados à mineração de cristais. Segundo o periódico, 85 mil crianças trabalham nos túneis de caça às pedras em Madagascar – cuja floresta está desaparecendo por causa da expansão da atividade mineradora.

O trabalho escravo, o desmatamento, a degradação ambiental e o risco à saúde dos trabalhadores são somente alguns dos inúmeros problemas associados aos garimpos clandestinos. Por isso, ao adquirir um cristal ou pedra, procure conhecer a procedência do produto. Dê preferência a comerciantes que adquirem suas pedras de mineradoras legalizadas ou de cooperativas de garimpeiros.

Se não quiser arriscar, existem massageadores de madeira específicos para a prática de gua sha disponíveis no mercado. Além de mais sustentáveis, eles podem também ser mais acessíveis do que aqueles feitos de jade, quartzo e outros cristais.