Conheça algumas opções de fibras sustentáveis para fabricação de tecídos

eCycle

Bambu e cânhamo são alguns exemplos de plantas que podem dar origem à fibras sustentáveis

Você sabia que o algodão também é responsável por muitos impactos ambientais? Apesar de ser um dos produtos agrícolas mais valiosos do mundo, seu cultivo pode trazer malefícios ao meio ambiente.

16% de todo inseticida do mundo vai para as lavouras de algodão, e muitos produtores que sofrem com os compostos químicos utilizados no cultivo não recebem o devido pagamento pelo produto devido à concorrência de preços. Portanto, sempre que possível, compre produtos feitos de algodão orgânico, que tem baixo impacto na natureza.

No entanto, há outras opções de fibras sustentáveis que agridem menos ainda o meio ambiente. O cânhamo é um produto que necessita de poucos nutrientes em seu cultivo, e que pode ser orgânico em quase todas as regiões do mundo, das áridas às úmidas. Suas fibras dão origem a tecidos de variadas qualidades e sua planta produz óleo e sementes para alimentação.

O bambu, espécie de gramínea, é facilmente encontrado na maioria das regiões brasileiras. Com seu rápido crescimento, ele dispensa qualquer tipo de fertilizante artificial. Como é largamente difundido, o bambu pode ser usado para produzir uma série de itens, desde bicicletas até teclados de computador. Além disso, suas fibras podem se transformar após processamento químico em tecido, embora haja controvérsias se o uso seria realmente sustentável.

A lã orgânica é proveniente de ovelhas criadas de maneira mais saudável, sem serem banhadas em produtos químicos e sem pastarem exaustivamente, o que prejudica consideravelmente o terreno em questão.

Na hora de comprar uma roupa nova, veja se essas fibras, infelizmente ainda pouco comuns, são matéria-prima de suas novas aquisições.





Veja também:


 

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail