Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Gêiser é uma nascente termal que entra em erupção periodicamente

Imagem de Mike Goad por Pixabay

Gêiser” é um termo utilizado para descrever uma nascente termal que entra em erupção periodicamente, lançando uma coluna de água quente e vapor de água para o ar. Geralmente, ele surge em locais próximos a vulcões ativos ou que possuem muito calor subterrâneo. A palavra gêiser deriva de Geysir, nome de uma fonte localizada na Islândia. Em islandês, geysir significa jorrar.

Não existem gêiseres no Brasil porque eles só acontecem em áreas de erupções vulcânicas relativamente recentes ou que possuem muito calor subterrâneo. Os últimos vulcões presentes em território nacional se extinguiram no período mesozóico, entre 245 e 66 milhões de anos atrás.

Como surge um gêiser?

Um gêiser surge quando a água superficial penetra no subsolo e entra em contato com rochas vulcânicas extremamente quentes. Nesse processo, a água vai se aquecendo aos poucos. Quando alcança cerca de 100 °C, a pressão aumenta e parte da água se transforma em vapor. No estado gasoso, ela ocupa um volume 1500 vezes maior do que no estado líquido, escapando para fora dos reservatórios. Depois, a pressão se alivia e o subsolo volta a encher de água, que vaporiza e ganha força para uma nova erupção.

As erupções possuem características distintas entre si e ocorrem em um espaço de tempo indeterminado. As pausas entre elas podem durar minutos ou anos, enquanto seus períodos de duração podem variar de segundos a horas. A altura da coluna de água e vapor oscila entre um e 100 metros, e a quantidade de água jorrada varia de poucos litros a dezenas de milhares de litros.

Vale ressaltar que o surgimento de um gêiser depende de vários fatores naturais, como quantidade, temperatura, distribuição e movimento das águas infiltradas e das rochas vulcânicas. Por isso, a periodicidade desse fenômeno só se mantém se as erupções não destruírem as condições para que as próximas ocorram.

Exemplos de gêiseres

Existem cerca de mil gêiseres em todo o mundo. O Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos, compreende mais de 300 deles. A maioria dos gêiseres notificados está localizada na Nova Zelândia, Islândia, Chile, Rússia, Japão e Estados Unidos.

O Old Faithful, localizado no Parque Nacional de Yellowstone, é considerado o gêiser mais famoso do mundo. Ele jorra aproximadamente 45 mil litros de água por erupção – sua coluna chega a medir 52 metros de altura. De acordo com pesquisadores, as erupções desse gêiser ocorrem em intervalos de 37 minutos a uma hora e 30 minutos. Cada uma delas tem duração de 2,5 minutos.

Outro exemplo muito conhecido é o Waimangu, localizado na Nova Zelândia, que já foi considerado o gêiser mais poderoso do mundo. Ele expelia jatos de água de mais de 400 metros de altura. Esse gêiser foi extinto em 1904, quando uma obra alterou a direção do fluxo de água. Hoje, restam apenas piscinas aquecidas no local.

Pesquisas mostram que os gêiseres podem ser utilizados na produção de energia elétrica. No entanto, esse processo possui um alto custo de investimento e ainda está sendo estudado por especialistas.


Fontes: A experiência do jato de água: Um guia para o professor e Glossário Geológico


Veja também: