Artista cria lustres reaproveitando bicicletas

eCycle

Inspiração veio na exploração dos opostos: o lustre, símbolo de riqueza, e o reaproveitamento, necessidade de quem tem pouco

Após passar um período no Brasil e no México, a artista Carolina Fontoura Alzaga se mudou para Los Angeles, nos Estados Unidos. Lá, ela criou uma coleção de esculturas funcionais sob a forma de lustres tradicionais. Intitulada Connect, a série de luminárias foi construída com correntes, rodas e outras peças de bicicletas antigas.

A inspiração estética veio dos lustres da era vitoriana e da cultura da bicicleta que move milhares de pessoas em todo o mundo. Como em todas as obras da artista, ela aborda questões sociais e ambientais.

Nesta coleção, Carolina debate sobre os códigos de classe, as dinâmicas de poder e a responsabilidade ecológica. O lustre tradicional é visto como uma mercadoria burguesa, uma demonstração de status e poder. As peças de bicicleta reciclados demonstram outro lado: falam da simplicidade, do livre movimento, e ainda, da ao reaproveitar peças de bicicletas, materiais estes que seriam descartados.

Fonte: Projeto Contem 


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail