Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

A sustentabilidade ocupa cada vez mais espaço não só na mídia como na vida das pessoas. As inovações são inúmeras: o desenvolvimento de uma turbina de energia eólica, tapetes produzidos com materiais alternativos, ou então uma linha de jeans que usou menos água em sua produção.

Todas essas soluções desenvolvidas pelo homem demonstram que em quase todo o momento a idéia de evitar abusos ao meio ambiente pode ser aplicada, sendo algo simples ou então algo complexo e grandioso. Como o projeto Solstice on the Park, em português Solstício no Parque, desenvolvido pelo estúdio de arquitetura Gang em Chicago, EUA.

O prédio, quando construído, terá suas janelas desenvolvidas em ângulo de 71 graus que ajuda a captar luz solar em dias de frio, além de manter o frescor em dias de temperaturas mais altas. Para evitar ainda mais o gasto de energia, como ar condicionado e aquecedor, todos os ambientes do edifício serão construídos para serem áreas independentes e virados para o sul, captando assim a luz solar por mais tempo.

Para tornar o prédio um exemplo de construção ecologicamente correta, outras medidas serão aplicadas além das janelas diagonais. Por meio de um tanque de coleta, o projeto prevê utilizar um sistema que irá aproveitar a água da chuva para outros usos, haverá também a escolha de vários itens como tapetes e tintas, compostos por material orgânico ao invés dos habituais. Ainda segundo os arquitetos, cerca de um terço de toda a eletricidade usada no edifício será captada por recursos renováveis, energia solar ou eólica.

Com mais esse exemplo de construção com pegada ambiental, fica a esperança que os arquitetos brasileiros, em momento de crescimento imobiliário, pensem em projetos similares a esse e tantos outros que já existem no mundo. Um prédio que apresenta tantas alternativas sustentáveis não irá gerar prejuízos a ninguém, pelo contrário, só irá contribuir com o meio ambiente.

Com mais esse exemplo de construção com pegada ambiental, fica a esperança que os arquitetos brasileiros, em momento de crescimento imobiliário, pensem em projetos similares a esse e tantos outros já colocados em pé. Um prédio que apresenta tantas alternativas sustentáveis não gera prejuízos a ninguém, pelo contrário, só irá contribuir com um futuro mais verde e menos nocivo ao meio ambiente.

Maiores informações e imagens do projeto podem ser conferidas no site oficial.