Jardim vertical é a aposta para o futuro

eCycle

Cidade do México investe em jardins verticais como forma de reter a poluição

Apontados como uma alternativa para melhorar a sustentabilidade urbana, os jardins verticais estão conquistando cada vez mais espaço nas grandes metrópoles. Na Cidade do México, eles viraram monumentos, além de auxiliarem na captação de poluentes em umas das cidades mais sujas do mundo.

São sete jardins gigantes espalhados pelos bairros da capital mexicana. O grupo VerdMX garante que o ar da cidade fica com mais qualidade. De acordo com os organizadores, a iniciativa é pioneira no mundo.

Segundo a ONG VerdMX, cada metro quadrado de um jardim vertical é capaz de capturar até 130 gramas de poluentes. Em um ano, um prédio de quatro andares revestido por jardins verticais pode filtrar 40 toneladas de partículas poluentes no ar.

Poluição

Em 1992, a Cidade do México foi considerada a mais poluída do mundo pela ONU e desde então trabalha para reverter este quadro. Os altos índices ocorrem devido ao crescimento populacional e o aumento no número de automóveis. A geografia da cidade, cercada por montanhas por todos os lados, também ajuda no acúmulo de poluentes.

As autoridades municipais contam com o projeto Proaire, que já está em sua quarta edição. Entre 2002 e 2010 já foram mais de 80 medidas contra a poluição, como a redução de emissões industriais e de automóveis, integração de políticas publicas sustentáveis, programas educacionais de conscientização e apoio a ONGs como a VerdMix.



Fonte: Ecodesenvolvimento



Veja também:



 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail