Aquecimento global aumenta risco de suicídio, segundo estudo

eCycle

Pesquisa com dados históricos descobriu forte correlação entre aumento da temperatura e taxas de suicídio

Aquecimento global aumenta risco de suicídio

De acordo com um estudo publicado na revista Nature Climate Change, o aquecimento global pode aumentar as taxas de suicídio no mundo.

Marshall Burke, professor assistente de Ciência do Sistema da Terra na School of Earth, Energy & Environmental Sciences, afirma que só nos Estados Unidos e no México, até 2050, podem ocorrer até 21 mil casos de suicídio.

Segundo ele, “quando se fala em mudança climática, geralmente é fácil pensar em abstrações. Mas os milhares de suicídios adicionais que provavelmente ocorrerão como resultado da mudança climática não mitigada não são apenas um número, eles representam perdas trágicas para famílias em todo o país ”.

Burke ainda diz que o suicídio é uma das principais causas de morte no mundo e que a compreensão da origem desse problema é uma questão de saúde pública.

O estudo

Para analisar a influência do aumento da temperatura nas taxas de suicídio e desvincular estas taxas de outros fatores, como desemprego ou quantidade de luz do dia recebida, os pesquisadores compararam dados históricos de temperatura e suicídio em milhares de condados americanos e mexicanos ao longo de várias décadas.

A equipe analisou mais de meio bilhão de atualizações ou mensagens doTwitter para determinar se as temperaturas mais altas afetam o bem-estar mental. A pesquisa mostrou que tuítes com os termos “solitário”, “preso” ou “suicida” foram mencionados com mais frequência durante períodos de calor.

A conclusão foi de que há forte evidência de que o clima mais quente aumenta tanto as taxas de suicídio quanto o uso de linguagem depressiva nas redes sociais.

“Surpreendentemente, esses efeitos diferem muito pouco em relação a quão ricas as populações são ou se estão acostumadas a climas quentes”, disse Burke.

Os efeitos no Texas, por exemplo, estão entre os mais altos do país. As taxas de suicídio não diminuíram nas últimas décadas, mesmo com a introdução e ampla difusão do ar condicionado.

Fazendo uma estimativa para 2050, os pesquisadores concluíram que a elevação da temperatura em decorrência do aquecimento global aumentará as taxas de suicídio nos EUA e no México em 1,4% e 2,3%, respectivamente.

Essa influência da temperatura na taxa de suicídio se equipara à influência de recessões econômicas (que aumentam a taxa) e de programas de prevenção de suicídio e leis de restrição de armas (que diminuem a taxa).

“Estamos estudando os efeitos do aquecimento no conflito e na violência há anos, descobrindo que as pessoas brigam mais quando está quente. Agora vemos que, além de ferir os outros, alguns indivíduos se machucam. Parece que o calor afeta profundamente a mente humana e como decidimos causar danos ”, disse Solomon Hsiang, co-autor do estudo e professor associado da Universidade da Califórnia, em Berkeley.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail