Suécia inaugura primeira estrada elétrica do mundo

eCycle

País instalou trilhos que transferem energia para carros e caminhões ao longo de 2 km, em uma estrada próxima a Estocolmo

Estrada elétrica na Suécia
Imagem: Foto do trilho instalado na estrada. Divulgação/eRoadArlanda

Os carros e veículos elétricos são a grande aposta do setor de transportes para substituir os combustíveis fósseis. Eles não emitem fumaça nem ruído, mas têm um problema chave: precisam ser carregados. Para longas distâncias, eles ainda não são viáveis, pois é difícil percorrer mais de 300 quilômetros sem recarregar os automóveis. Foi pensando em driblar esse problema que a Suécia inaugurou no final de abril a primeira estrada eletrificada do mundo, onde é possível recarregar o carro ou caminhão durante o percurso.

Inicialmente, foram instalados trilhos subterrâneos em um trecho de 2 quilômetros que liga o aeroporto Stockholm Arlanda a uma área de logística fora da capital. A tecnologia possui uma espécie de braço móvel que se conecta na parte inferior dos veículos em movimento e desliza junto com eles, permitindo a recarga elétrica.

Hans Säll, presidente do consórcio à frente do projeto, o eRoadArlanda, explicou ao jornal britânico The Guardian que não há energia na superfície da pista. "Há dois trilhos [na estrada], assim como uma tomada na parede. Cinco ou seis centímetros abaixo está a eletricidade.” Isso permite que seja seguro circular e até caminhar na superfície da estrada, sem riscos de choque mesmo em dias de neve ou chuva.

Instalação dos trilhos na estrada
Imagem: Foto da instalação dos trilhos na estrada. Divulgação/eRoadArlanda

A estrada elétrica tem a grande vantagem de permitir um carregamento dinâmico, ou seja, não será necessário parar para abastecer os veículos. Além da facilidade de tempo, isso também possibilita que as baterias, em geral grandes e pesadas, sejam mais leves, já que será possível carregá-las aos poucos ao longo do caminho.

O sistema, semelhante ao de um trólebus (só que invertido), é capaz de calcular o consumo de energia por veículo e usuário. O governo informa que já desenhou um mapa de expansão para a tecnologia, que custa um milhão de euros por quilômetro eletrificado. Ainda assim, eles dizem que o custo é 50 vezes menor que o de construir uma linha de VLT (veículo leve sobre trilhos, o popular bonde elétrico).

A Suécia planeja acabar com o uso de combustíveis fósseis pelo setor de transporte até 2030. A estrada eletrificada é o segundo projeto do tipo que o país implementa. Em 2016, eles testaram uma rodovia elétrica para caminhões - o modelo era semelhante ao dos trólebus, com cabos aéreos instalados e o braço mecânico de ligação entre os sistemas partia dos veículos, que foram adaptados para o teste.

Confira o vídeo da estrada elétrica em funcionamento (em inglês).



Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail