Que palmito o que, eu quero é suco!

eCycle

Palmeira Juçara começa a produzir polpa ao invés do palmito

Tem gente que não sabe, mas aquele famoso palmito da juçara (Euterpe edulis Martius) não é a única fonte de alimento dessa palmeira. Ela também produz uma deliciosa polpa que lembra bastante o açaí. Essa planta, típica da Mata Atlântica, é também conhecida como Içara, do tupi: yu´sara.

A juçara caracteriza-se por produzir um palmito de excelente qualidade, e infelizmente, isso contribuiu para sua quase extinção. É uma palmeira de um caule só, então seu corte, para a extração do palmito, implica na morte da planta. O palmito é extraído pela comunidade local em questão e comercializado por 10 reais nas feiras, mas essa realidade está mudando. Unidades de conservação estão mostrando às pessoas que, deixando a palmeira em pé e extraindo seus frutos, todos saem ganhando. Cristiane Reis coordenadora do Projeto Juçara, na região de Ubatuba-SP, explica: “Um palmito é vendido por 10 reais. Cada palmeira gera em torno de 5 quilos de fruto, por safra anual, rendendo, cerca de 2,5 litros de polpa e 2 quilos de semente. A polpa é vendida por 10 reais o litro, e a semente pode variar de 10 a 100 reais o quilo. Dessa forma, cada planta pode retornar, por ano, no mínino 45 reais. Isso sem mencionar que o corte está proibido pelo IBAMA”.

Suco de juçara

A Polpa lembra bastante a do açaí e suas propriedades são ainda mais nutritivas. O alimento contém uma substância chamada antocianina, encontrada nos dois frutos, porém em maiores quantidades na juçara. Esse pigmento pertence à família dos flavonóides, que são poderosos antioxidantes e melhoram a circulação sanguínea, evitando o acúmulo de placas de gorduras das veias. Além disso, as antocianinas previnem doenças degenerativas ligadas à velhice, como: perda de memória, coordenação motora e Alzheimer. O suco ainda é rico em ferro e potássio.

A juçara na Mata Atlântica

O corte da palmeira, quando é realizado sem os devidos cuidados com a sustentabilidade ambiental, pode prejudicar a sua espécie, como também os animais que se alimentam de seus frutos. Quando feita desta forma, essa atividade tem o nome de extrativismo, e é considerada crime ambiental, prevista na Lei de Crimes Ambientais - Lei 9.605 de fevereiro de 1998.

Comidinhas

Agora que você já conhece o palmito juçara, que tal ter uma atitude sustentável e usar a polpa para fazer um bolo delicioso?

Bolo de juçara

- 4 ovos

- 4 xícaras de chá de açúcar mascavo

- 4 xícaras de chá de farinha de trigo ou 2 de trigo e 2 de farinha de banana

- 150g de manteiga

- 1 colher de chá de fermento

- 1 xícara de chá de polpa de juçara

Preparo:

Bater o açúcar com a manteiga, acrescentar os ovos e bater bem, adicionar a polpa de juçara, as farinhas e, por último, o fermento. Assar em forma revestida com óleo e farinha.

Confira mais receitas de juçara e aproveite!

Texto: Flavia Alves

Veja também:

Como serão as linhas de metrô e trem de São Paulo em 2021?

Composteira doméstica: saiba como resolver o problema do lixo orgânico em sua casa de forma sustentável

[Vídeo] Onde a garrafa plástica vai parar?



 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail