Ciclovias e bicicletários com vestiários estimulam ciclistas em metrópoles

eCycle

Confira também algumas dicas de segurança para o trânsito de bikes em capitais

Apesar de as coisas estarem mudando, ainda é bem comum ver mais ciclistas em cidades do interior do que em capitais. Isso porque não é necessário percorrer grandes distâncias em cidades menores, o que evita uma série de problemas que existem nas metrópoles, como o suor excessivo de quem precisa estar arrumado para o trabalho, a falta de segurança no trânsito para quem anda de bike e a falta de lugares seguros para estacionar.

Para que isso mude, políticas públicas por parte do governo, como a implantação de ciclovias e sinalização, assim como a abertura de pontos de bicicletários com vestiários para se tomar banho aumentariam o número de ciclistas nas ruas das grandes cidades. Reservar recursos para essas melhorias é investir na qualidade de vida das pessoas e no meio ambiente. Além de que as magrelas têm menor custo de manutenção comparado com os outros veículos.

Confira algumas dicas e ideias que já estão sendo postas em prática:

Segurança ao pedalar

A criação de ciclovias aumentaria o número de bicicletas circulando com segurança. Caso não esteja pedalando em uma, a dica é sempre ficar do lado direito da via. Se precisar, ocupe a faixa, mas sempre deixe claro aos motoristas o que pretende fazer, com o braço esquerdo apontando sua intenção de virar; se for frear, sinalize com a palma da mão voltada para baixo.

O freio do lado esquerdo breca somente a roda dianteira, evite frear com a mão esquerda para que não aconteçam tombos. Usar fones de ouvido quando se está em tráfego intenso dificulta perceber algum tipo de perigo que possa estar por vir.

Observe o comportamento dos motoristas. Pode acontecer de um deles querer virar à esquerda enquanto que você seguirá em frente ou ultrapassar o ciclista e logo após mudar sua direção para a direita. Os carros parados também podem se tornar um perigo caso uma porta abra sem ser prevista e bater enquanto estiver pedalando.

Empresas e construções

Trazer para dentro do local de trabalho cômodos para ciclistas poderem se instalar é o mesmo que aumentar a qualidade de vida dos funcionários, criando um ambiente harmonioso. É o que mostra o estudo feito pela Clemson University, em que a conclusão é que ciclistas costumam ser mais felizes do que os motoristas de carro ou do que quem anda de transporte público. Além disso, valorizar a magrela se torna um diferencial e agrega valor à iniciativa sustentável da empresa.

Em São Paulo, foi aprovada uma lei municipal que obriga as construtoras a incluir bicicletários em seus projetos. Há locais, também na capital paulista, que já estão ligados na importância da bike e lucram com isso, como o Aro 27, que fica no bairro de Pinheiros, onde há um serviço com estacionamento para bicicletas e para banho dos ciclistas.

Assista ao vídeo que mostra como o espaço das vagas dos carros podem ser usadas, caso o volume desses veículos diminuísse:

Assista também a esse interessante vídeo, em inglês, sobre como é feito um capacete de papelão:

Veja mais:
-Quem anda de bicicleta é mais feliz que quem anda de carro?
-Gi bike: a bicicleta elétrica dobrável e que recarrega seu smartphone 
-Como reciclar bicicletas?
-Paris inaugura serviço de bicicletas para crianças
-Bicicleta feita de madeira pode ser mais durável e ecológica


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail