Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

A finalidade da barragem é interromper o ciclo natural do rio, criando um reservatório de água

Barragem, ou reservatório, é uma obra arquitetônica desenvolvida para represar e armazenar água, recurso utilizado para a produção de energia em uma usina hidrelétrica. Apesar de contribuir para a geração de um tipo de energia renovável, a construção de uma barragem está atrelada a diversos impactos socioambientais

De modo geral, uma barragem conta com infraestruturas de entrada, túneis ou canais, escoamento da água excedente e drenagem. Sua altura pode variar de dezenas a centenas de metros: estruturas com mais de 15 metros de altura, ou com uma capacidade de armazenamento superior a um milhão de metros cúbicos, são chamadas de grandes barragens. 

Usina hidrelétrica

Usina hidrelétrica é uma obra de engenharia que utiliza a força da água para produzir eletricidade. Também chamada de usina hidroelétrica ou central hidroelétrica, trata-se de uma grande estrutura que se aproveita do movimento dos rios para a obtenção de energia elétrica. No entanto, a instalação de uma usina hidrelétrica requer obras de engenharia complexas e que provocam diversos impactos socioambientais no local. 

Estrutura e produção de energia

Vídeo do canal complexotapajos

Para produzir eletricidade em uma usina hidrelétrica, é necessário que exista integração entre a vazão do rio, o desnível do terreno e a quantidade de água disponível. De forma resumida, a água armazenada no reservatório é canalizada e conduzida para as grandes turbinas. O fluxo de água faz com que as turbinas girem e acionem os geradores que irão produzir eletricidade. 

Dessa forma, há uma transformação da energia mecânica, proveniente do movimento da água, em energia elétrica. Depois de convertida, os transformadores aumentam a tensão da energia, permitindo que ela possa viajar pelos fluxos de transmissão e chegar aos estabelecimentos que precisem de energia elétrica. 

Na usina hidrelétrica, a barragem possui o objetivo de interromper o ciclo natural do rio, criando um reservatório de água. Além de estocar esse recurso, o reservatório cria o desnível de água em volume adequado para a produção de energia elétrica e regula a vazão dos rios em períodos de chuva e estiagem.

Principais impactos das usinas hidrelétricas e barragens

A construção de hidrelétricas e barragens causa diversos impactos sociais e ambientais negativos. Um dos impactos negativos da implantação de uma usina hidrelétrica é a mudança que provoca no modo de vida das populações que residem na região. É importante ressaltar que essas comunidades muitas vezes são grupos humanos identificados como populações tradicionais (povos indígenas, quilombolas, comunidades ribeirinhas amazônicas e outros), cuja sobrevivência depende da utilização dos recursos provenientes do local em que vivem, sobretudo dos rios, e que possuem vínculos de ordem cultural com o território.

Apesar de ser considerada uma fonte de energia limpa, a geração de energia hidrelétrica contribui para a emissão de dióxido de carbono e metano, dois gases que intensificam o aquecimento global.

Além disso, os rios tendem a possuir um equilíbrio dinâmico entre descarga, velocidade média da água, carga de sedimentos e morfologia do leito. A construção de reservatórios afeta esse equilíbrio e, consequentemente, causa mudanças de ordem hidrológica e sedimentar, não apenas no local de represamento, mas também na área do entorno e no leito abaixo da represa.

A formação dos reservatórios das usinas hidrelétricas geralmente atinge solos mais férteis e terras agricultáveis, desintegrando a população local, que perde suas características históricas, identidade cultural e relações com o lugar, além da alteração nos ecossistemas aquáticos e da destruição da fauna e da flora.