O que é bioma?

eCycle

Bioma é uma unidade biológica ou espaço geográfico cujas características específicas são definidas pelo macroclima, a fitofisionomia, o solo e a altitude

Bioma pode ser definido como “um conjunto de vida vegetal e animal, constituído pelo agrupamento de tipos de vegetação contíguos e que podem ser identificados a nível regional, com condições de geologia e clima semelhantes e que, historicamente, sofreram os mesmos processos de formação da paisagem, resultando em uma diversidade de flora e fauna própria”, de acordo com o IBGE. A palavra, utilizada pela primeira vez em 1916, deriva do grego bio, que significa vida, e oma, grupo ou massa.

De maneira geral, pode-se dizer que os biomas são grandes espaços geográficos que compartilham das mesmas características físicas, biológicas e climáticas, abrigando um grande número de espécies de plantas e animais. O conceito de bioma surgiu a partir da observação da evolução das plantas e suas diversas formas de crescimento, incluindo a vegetação de florestas densas, arvoredos, savanas, campos, estepes, desertos, entre outras.

Normalmente, os biomas são definidos ou delimitados de acordo com a vegetação principal que os compõem. O meio ocupado pelas savanas, por exemplo, é denominado como Bioma das Savanas. Em alguns casos, o bioma é marcado obedecendo a outros critérios, como o clima, os tipos de solos, entre outros. Isso acontece com a Floresta Tropical Úmida e com a Floresta Tropical Seca, por exemplo, que foram nomeadas de acordo com o regime de chuvas da região.

No nosso planeta, existem vários tipos diferentes de biomas terrestres, alguns deles são:

  1. Florestas Tropicais;
  2. Tundras;
  3. Taiga
  4. Florestas temperadas;
  5. Desertos;
  6. Savanas;
  7. Campos e Estepes;
  8. Montanhas.

Vale ressaltar que esses biomas podem englobar outros biomas menores que fazem parte deles. No Brasil, por exemplo, o bioma Cerrado faz parte do bioma das Savanas, enquanto o Bioma da Mata Atlântica faz parte da Floresta Tropical e assim sucessivamente. Além dos biomas terrestres, existem também os biomas aquáticos. Eles são constituídos por comunidades de seres vivos que vivem em água doce ou salgada de forma adaptada às condições ecológicas do local, como as Zonas Aquáticas, a Plataforma Continental, os Recifes e outros.

Biomas do planeta

Tundra

A Tundra é um bioma frio e inóspito com um tipo de vegetação esparsa, em grande parte rasteira. Ela é considerada o bioma mais frio da Terra e está presente no topo do hemisfério norte do globo, na região do Círculo Polar Ártico. A tundra compõe países como Rússia, Groenlândia, Noruega, Finlândia, Suécia, Alasca e Canadá. As principais características desse bioma são:

  • Latitudes elevadas na região norte do planeta;
  • Solo quase completamente congelado;
  • Inverno rigoroso com aproximadamente 10 meses de duração e temperatura extremamente baixa e verão curto com temperaturas positivas;
  • Flora composta por musgos, líquens e plantas herbáceas;
  • Fauna composta por ursos-polares, caribus, renas e lemingues.

Taiga

A Taiga, também chamada de Floresta de Coníferas ou Floresta Boreal, representa um tipo de vegetação típica de altas altitudes, encontrada no hemisfério norte do globo, mais precisamente entre a Tundra e a Floresta Temperada. Esse bioma está presente nas regiões setentrionais da América do Norte, Europa e Ásia, em países como Japão, Rússia, Canadá, Alasca, Groenlândia, Finlândia, Noruega, Suécia e Sibéria. As principais características desse bioma são:

  • Localizado no hemisfério norte, ao sul da Tundra;
  • Clima frio e com neve no inverno;
  • Flora composta por pinheiros e angiospermas decíduas;
  • Fauna composta por linces, lebres, raposas, roedores e aves.

Floresta Temperada

A Floresta Temperada é um bioma encontrado no centro da Europa, sul da Austrália, Chile, leste da Ásia, principalmente na Coreia, no Japão e em algumas partes da China, e no leste dos Estados Unidos. Também é chamada de Floresta Decídua Temperada ou de Floresta Caducifólia, porque as folhas caem no fim do outono. As principais características desse bioma são:

  • Localizado no hemisfério norte, ao sul da Taiga;
  • Clima com quatro estações bem definidas;
  • Flora estratificada e decídua;
  • Fauna composta por veados, javalis, raposas, esquilos e corujas.

Estepes

Os Estepes são um tipo de vegetação herbácea rasteira formada de gramíneas dispersas em imensas planícies e que formam um grande tapete vegetal. Eles surgem nas regiões que geralmente apresentam clima continental e árido, sendo encontrados na Europa, na América, na Ásia Central e na África. As principais características desse bioma são:

  • Localizado em regiões temperadas e subtropicais;
  • Clima com quatro estações bem definidas;
  • Flora composta por plantas herbáceas;
  • Fauna composta por manadas em transição, roedores e répteis.

Desertos

São classificadas como deserto regiões em que a precipitação pluviométrica não ultrapassa 250 mm ao ano. Essa condição, aliada à perda de água por evaporação em forma de vapor, faz com que essas regiões sejam extremamente secas. A amplitude térmica também é extrema, variando de muito quente de dia a muito frio durante a noite. As principais características desse bioma são:

  • Localizados no Norte da África, Sul da Europa e Austrália;
  • Clima seco, com baixíssima pluviosidade e elevada amplitude térmica;
  • Flora composta por vegetação esparsa adaptada ao clima seco;
  • Fauna com baixa biodiversidade (roedores, raposas e répteis).

Savanas

As Savanas correspondem a um tipo de cobertura vegetal formada por vegetação rasteira, onde se destacam as gramíneas, ervas, arbustos e árvores esparsas. São biomas geralmente planos e encontrados nos continentes africano, americano e na Oceania. As principais características desse bioma são:

  • Localizado na África e Austrália;
  • Clima tropical sazonal com inverno seco;
  • Flora possui 2 estratos (arbóreo e herbáceo);
  • Fauna composta por elefantes, girafas e leões.

Floresta Tropical

As Florestas Tropicais são o bioma com maior produtividade e variedade de espécies do planeta. Elas também são chamadas de Floresta Pluvial Tropical ou Floresta Úmida, em decorrência do elevado índice pluviométrico das regiões onde se encontram. Recebem essa denominação porque estão localizadas entre os trópicos de Câncer e de Capricórnio. As principais características desse bioma são:

  • Localizado na América do Sul, África e sudoeste da Ásia;
  • Clima tropical úmido;
  • Flora exuberante e estratificada;
  • Fauna rica e diversificada.

Biomas brasileiros

O Brasil possui seis biomas: bioma amazônico, bioma caatinga, bioma cerrado, bioma mata atlântica, bioma pampa e bioma pantanal. 

Amazônia

Ocupando cerca de metade do território do Brasil, a Floresta Equatorial brasileira está concentrada na região Norte e em parte da região Centro-Oeste do país. Esse bioma é muito influenciado pelo clima equatorial, o qual é caracterizado pela baixa amplitude térmica (pouca variação de temperatura) e grande umidade, proveniente da evapotranspiração dos rios e das árvores.

A flora desse bioma é composta por uma vegetação florestal muito rica e densa, que apresenta espécies de diferentes tamanhos com folhas largas e grandes e que não caem no outono. A fauna, por sua vez, também é muito diversificada. Ela é constituída por insetos, uma infinidade de espécies de aves, macacos, jabutis, onças e outros.

Caatinga

Estendendo-se por todo o sertão brasileiro, a Caatinga ocupa aproximadamente 11% do território nacional. Trata-se da região mais seca do país, localizando-se na zona de clima tropical semiárido. A vegetação desse bioma é constituída por plantas xerófilas (acostumadas com a acidez) e caducifólias (que perdem a folha durante o período mais seco), além de algumas árvores com raízes grandes que conseguem captar a água do lençol freático, o que evita a perda de folhas. A fauna desse bioma é composta por uma grande variedade de répteis.

Cerrado

O Cerrado ocupa grande parte das regiões Centro-Oeste, Nordeste e Sudeste do país. É um bioma influenciado pelo clima tropical continental que, em razão da ocorrência de duas estações bem definidas (uma estação quente e úmida e outra fria e seca), possui uma vegetação com árvores e arbustos de pequeno porte, troncos retorcidos, casca grossa e, geralmente, caducifólia. A fauna da região é bastante diversificada e constituída por capivaras, lobos-guarás, tamanduás, antas e seriemas.

Mata Atlântica

A Mata Atlântica é um bioma composto por um conjunto de florestas e ecossistemas que correspondem a 15% do território brasileiro. Desde a época do descobrimento, essa área vem sofrendo com o desmatamento, as queimadas e a degradação. Hoje, a vegetação representa apenas 7% da área de mata original, com árvores de médio e grande porte, constituindo uma floresta densa e fechada.

Considerado um dos biomas mais ricos do planeta, a Mata Atlântica é constituída de planaltos e serras. Sua área abrange a costa leste, sudeste e sul do Brasil e, além disso, uma parte do Paraguai e da Argentina. Segundo dados do Ministério do Meio Ambiente, existem aproximadamente vinte mil espécies vegetais nesse bioma - isso corresponde a mais de 35% das espécies existentes no Brasil. Encontram-se bromélias, begônias, orquídeas, ipês, palmeiras, cipós, briófitas, jacarandás, jambos, jequitibás-rosa, cedros, tapiririas, andiras, ananas e figueiras.

Além disso, a fauna é muito rica e diversificada. De acordo com pesquisas, a Mata Atlântica abriga 849 espécies de aves, 370 espécies de anfíbios, 200 espécies de répteis, 270 de mamíferos e cerca de 350 espécies de peixes. Muitos desses animais correm o risco de extinção, como é o caso do mico-leão-dourado, tamanduá-bandeira, veado, gambá, arara-azul-pequena, lontra, quati, onça-pintada, jaguatirica, capivara, entre outros.

Pampa

Localizado na região sul do Brasil, esse bioma é influenciado pelo clima subtropical e pela formação do relevo, constituído principalmente por planícies. Em virtude do clima frio e seco, a vegetação não é capaz de se desenvolver, sendo composta principalmente por gramíneas, como capim-barba-de-bode, capim-gordura e capim-mimoso. Veado, garça, lontra e capivara são exemplos de animais que vivem nesse bioma.

Pantanal

O Pantanal é o menor bioma brasileiro e a maior planície de inundação do mundo. Classificada pela UNESCO como "Patrimônio Natural Mundial" e "Reserva da Biosfera", essa região possui grande biodiversidade. No entanto, muitos animais desse bioma estão ameaçados de extinção, como a onça-pintada, a onça-parda e a arara azul. Esse bioma está localizado na Bacia Hidrográfica do Alto Paraguai e abrange os estados brasileiros do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além de uma pequena parte da Bolívia e do Paraguai.

O clima do Pantanal é marcado por um verão quente e chuvoso e por um inverno frio e seco. Dessa maneira, na época das chuvas, o Pantanal fica praticamente intransitável por terra, enquanto no período da seca, os rios secam e sobra barro. Assim, o solo que se forma é utilizado como áreas de pastagens para o gado. A vegetação desse bioma, dependendo da altitude, envolve gramíneas, árvores de médio porte, plantas rasteiras e arbustos.



Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×