Benefícios do café

eCycle

Confira sete benefícios do café para a saúde que foram analisados cientificamente

Café
Imagem redimensionada e editada de Brigitte Tohm, está disponível no Unsplash

Os benefícios do café não são apenas sabor e energia, se for consumido com moderação, ele pode ser um ótimo aliado da saúde. O café pode melhorar o desempenho cognitivo, melhorar o desempenho físico, fornecer antioxidantes, nutrientes, entre outros benefícios. Confira:

1. Ele te deixa inteligente

Além de ajudar a manter o organismo desperto, o café pode melhorar o desempenho cognitivo. Isso se deve à cafeína presente na bebida, que é um dos estimulantes psicoativos mais consumidos no mundo.

No cérebro, a cafeína bloqueia os efeitos de um neurotransmissor chamado adenosina. Ao bloquear os efeitos inibitórios da adenosina, a cafeína aumenta o disparo neuronal no cérebro e a liberação de outros neurotransmissores como a dopamina e a norepinefrina (confira aqui estudos a respeito: 1, 2). Essa atuação melhora temporariamente o humor, o tempo de reação, a memória, o estado de vigília e a função cerebral geral (confira aqui estudo a respeito: 3).

2. Ajuda a queimar gordura e melhora o desempenho físico

Há uma boa razão pela qual é fácil encontrar cafeína como um dos componentes de suplementos de emagrecimento. Por ser estimulante, ela acelera o metabolismo e aumenta a oxidação de ácidos graxos (confira aqui estudos a respeito: 4, 5, 6). Além disso, de acordo com dois estudos, a cafeína melhora o desempenho atlético (confira aqui os estudos: 7, 8). Outros dois estudos concluíram que ela aumenta o desempenho físico em 11% e 12% (confira aqui os estudos a respeito: 9, 10).

3. Reduz o risco de diabetes tipo 2

A diabetes tipo 2 é uma doença relacionada ao estilo de vida que atingiu proporções epidêmicas. Aumentou dez vezes em poucas décadas e atinge cerca de 300 milhões de pessoas. Ela é caracterizada por níveis elevados de glicose no sangue devido à resistência à insulina ou à incapacidade de produzir insulina.

Em estudos observacionais, o café tem sido frequentemente associado a um menor risco de diabetes tipo 2. Essa redução do risco varia de 23% a 67% (confira aqui estudos a respeito: 11, 12, 13, 14).

Uma revisão que analisou 18 estudos com um total de 457.922 participantes concluiu que para cada xícara adicional de café por dia, há uma redução do risco de diabetes tipo 2 em 7%. Quanto mais café as pessoas beberam, menor era o risco (confira aqui estudos a respeito: 15).

4. Reduz o risco de Alzheimer e Parkinson

Além de melhorar o desempenho cognitivo, o café ajuda a proteger o cérebro da degeneração neuronal. A doença de Alzheimer, que é o distúrbio neurodegenerativo mais comum no mundo e uma das principais causas de demência, tem um risco de 32% a 60% menor de aparecer em bebedores de café (confira aqui estudos a respeito: 16, 17, 18, 19, 20).

5. Faz bem para o fígado

O fígado é um órgão essencial para o organismo. Mas ele é muito vulnerável ao consumo de álcool e frutose (um tipo de açúcar) em excesso. O consumo de bebidas alcoólicas em excesso e a hepatite podem levar ao desenvolvimento de cirrose. O café, por outro lado, diminui o risco de desenvolvimento dessa doença em até 80%. De acordo com alguns estudos, o consumo de quatro ou mais xícaras por dia proporcionou efeitos mais fortes (confira aqui estudos a respeito 21, 22, 23). A bebida também pode reduzir o risco de câncer de fígado em cerca de 40% (confira aqui estudos a respeito 24, 25).

6. Diminui o risco de morte prematura

Um grande estudo observacional concluiu que o consumo de café está associado a um menor risco de morte por todas as causas (confira aqui o estudo: 26).

Esse efeito é mais significativo em pessoas com diabetes tipo 2. Outro estudo mostrou que os bebedores de café têm um risco 30% menor de morte durante um período de 20 anos (confira aqui o estudo: 27).

7. É carregado de nutrientes e antioxidantes

Muitos dos nutrientes presentes nos grãos de café chegam à bebida final, de modo que uma xícara da bebida contém:
  • 6% da IDR (Ingestão Diária Recomendada) de ácido pantotênico (vitamina B5);
  • 11% da IDR de riboflavina (vitamina B2);
  • 2% da IDR de niacina (B3) e tiamina (B1);
  • 3% da IDR de potássio e manganês.

O café é uma das maiores fontes de antioxidantes da dieta ocidental, superando muitas frutas e vegetais (confira aqui estudos a respeito: 29, 30, 31).

Leve em conta o recado

O consumo de café em excesso, principalmente de estômago vazio, pode ser prejudicial. Além disso, tenha em mente que boa parte dos estudos acima mencionados são de natureza observacional. Tais estudos só podem mostrar associação, mas não podem provar que o café causou os benefícios.

Se você quiser garantir os possíveis benefícios do café para a saúde, evite adicionar açúcar ou adoçante. E se beber café tende a afetar seu sono, não beba depois das duas da tarde. Se o café te deixa ansioso, evite-o ou tente misturar cacau. Entenda o porquê na matéria: "Café sem ansiedade? Misture cacau!". 


Adaptado de Healthline

Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail