Sal para toda obra: conheça usos inusitados do sal de cozinha

eCycle

Conheça alguns usos inusitados para o sal que você tem em casa

sal marinho
Imagem editada e redimensionada de Matt Cannon, está disponível no Unsplash

O sal de cozinha é uma mistura de sais mas seu constituinte principal é o cloreto de sódio (NaCl). Por ser refinado e branqueado, ele perde seus principais nutrientes, necessitando ter iodo adicionado ao fim do procesamento, como forma de evitar o bócio na população. O sal marinho não processado, que costuma ser encontrado na forma de sal grosso, é uma opção que conserva melhor os nutrientes naturais do sal, como magnésio, potássio, entre outros. O sal foi um substância de grande importância na antiguidade, sendo usado como preservante de alimentos e hoje o principal uso do sal de cozinha é como condimento. O sal que seu tio usa na salada do almoço em família de domingo ou que você encontra na mesa de restaurante, já foi, algumas centenas de anos atrás, um produto ainda mais importante.

Sabe a origem etimológica da palavra “salário”? Ela vem lá do Império Romano, onde os caras pagavam uma parte da remuneração dos soldados em sal. E você pode até pensar que seu salário está as "mil maravilhas" se comparado ao dos legionários dessa época, mas para aquela sociedade, o sal era extremamente valioso. Guerras e revoltas eclodiram em nome dessa pequena monossílaba.

Mas feita essa introdução histórica, acredito que nem você e nem a galera de Roma sabia metade dos usos possíveis para o sal demonstrados a partir de agora:

Na Cozinha

“Ah, sério? Sal pode ser usado na cozinha? Não me diga!” Keep calm, gafanhoto, isso aqui vai além das suas incríveis habilidades em salgar a batata.

Preserve diversos alimentos

Com um pouquinho de água com sal, você evita que maçãs e peras descascadas fiquem com aquela coloração marrom desagradável. Uma pitada de sal no queijo estende a sua vida útil dentro da geladeira e uma pitadinha menor ainda evita formação de cristais de gelo em bolos.

Remova odores e umas coisinhas a mais

Uma mistura de sal com vinagre tira todo aquele cheiro ruim de cebola e alho da mão e serve até para coisas mais sólidas, como mergulhar nozes em água com sal por algumas horas para facilitar o descasque.

Cuidados pessoais

Para pequenos problemas

Uma solução bem fraca de sal de cozinha e água quente ajuda a tratar úlceras e abscessos na boca. Gargarejar um pouco mais alivia a dor de garganta. Picadas de mosquitos e irritação por hera venenosa (não é a vilã do Batman, é a planta mesmo) podem ser tratados com uma mistura de sal e azeite de oliva.

Na higiene bucal

A vida útil da sua escova de dente aumenta se, antes de usá-la pela primeira vez, você embebê-la com água e sal.

Pela casa

Durante a jardinagem

Uma pitada de sal naquela água das plantinhas faz as flores permanecerem frescas por mais tempo. Ajuda até para flores artificiais: o sal endurece na água gelada, assim as flores ficarão bonitas sempre. Você também pode misturar um quilo e meio de sal com um galão de água de cinco litros e sabão para utilizar como herbicida natural (mas pense bem antes de sair matando plantinhas).

E para brincar

Faça massinha! Use uma xícara de farinha, 1/2 xícara de sal de cozinha, 1 xícara de água, 2 colheres de sopa de azeite e 2 colheres de sopa de creme de tártaro. Misture a farinha, o creme de tártaro, sal e azeite, e lentamente adicione a água. Cozinhe em fogo médio mexendo sempre até a massa ficar dura. Espalhe sobre papel manteiga e deixe esfriar. Sove a massa com as mãos até que ela atinja uma boa consistência.

Para brincar… com fogo

Velas novas não gotejarão se deixá-las em uma concentrada solução salina durante algumas horas e secá-las bem. O sal também apaga chamas provocadas por gordura (nunca use água para apagá-las) e controla as brasas de uma churrasqueira.

Limpeza

Anéis d’água em madeira

Sabe aquele armário de madeira da cozinha, ou a estante da sala, ou até o criado mudo? Aquela rodela marcada na madeira sempre denunciou a presença de um copo ali. Livre-se daquilo esfregando suavemente uma pasta de sal e óleo vegetal.

Geladeiras

Um bom jeito de manter produtos químicos de limpeza longe da sua comida é misturando água gaseificada e sal para desodorizar o interior da geladeira e manter brilhando o exterior.

Limpe o ralo da pia

Tem um mito popular que um determinado refrigerante famoso serve para limpar ralos, de tão terrível que ele é. Eu não quero jogar refrigerante pelo ralo, então é melhor despejar sal misturado com água quente para desodorizar e impedir que a gordura se acumule nas paredes do cano.

Utensílios

Latão e cobre podem ser limpos misturando farinha, sal e vinagre e deixando a solução agir por uma hora. Para eliminar gordura em frigideiras, uma boa pitada de sal e papéis toalha resolvem o problema. Sal e sabão também eliminam marcas de chá e de café em copos.

Lavanderia

Provavelmente o mais importante aqui é descobrir como evitar molhar o chão sempre que você (ou o seu cachorro - coloque a culpa em quem for.) exagerar na espuma e acabar transbordando. Acredite ou não, sal evita que transborde e ainda ajuda noutras coisinhas, como por exemplo:

Traga mais cores

Lave tapetes de fibra e cortinas coloridas com água salgada para trazer mais vivacidade às cores. Tapetes desbotados ficam como novos depois de esfregados com um pano molhado com água e sal.

Não seja suspeito

Manchas de suor saem facilmente de roupas quando lavadas numa mistura de quatro colheres de sopa de sal para cada litro de água. Para machas de sangue, basta mergulhar o tecido em água salgada fria, depois lavar em água morna com sabão e ferver o pano (apenas fibras naturais aguentam o calor).

Sujeira persistente

Aquelas manchas pegajosas e nojentas que vez ou outra aparecem embaixo do ferro de passar podem ser removidas “polvilhando” um pouco de sal numa folha de papel e passando o ferro quente na folha.


Adaptada de: MNN

Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail