Seis alimentos que colaboram para uma vida mais longa e saudável

Do vinho ao açafrão; a falta de variedade de alimentos não é desculpa para não se cuidar

A medicina chinesa informa que a longevidade é fácil de ser alcançada. Basta ter a indicação dos melhores alimentos para uma vida mais saudável e duradoura. Listamos abaixo fontes de nutrientes e vitaminas que permitem uma longa vida benéfica.

1. Vinho

Estudos evidenciam que o vinho tinto, tomado com moderação, é bom para a saúde. O tinto é rico em flavonoides, que, por serem antioxidantes, ajudam a prevenir radicais livres (moléculas que podem causar doenças degenerativas e envelhecimento celular). O resveratrol é um dos antioxidantes mais estudados - ele tem propriedade de prevenir aparecimento de tumores. Uma pesquisa feita pela Harvard Medical School e pelo Instituto Nacional de Saúde, mostrou que o resveratrol parece atrasar os efeitos do envelhecimento em ratos quando administrado em doses muito elevadas. Ah, e o álcool no vinho ajuda a produzir mais do chamado "colesterol bom".

2. Gengibre

Conhecido por suas propriedades combatentes da náusea, o gengibre é muitas vezes usado ao cozinhar frutos do mar, para assim, evitar qualquer intoxicação por eles provocada. Segundo o livro Segredos da Longevidade, do médico chinês Dr. Mao Shing Ni, a planta possui geraniol, que é visto como um combatente do câncer. É anti-inflamatório, ajuda a aliviar a dor, prevenir coágulos sanguíneos, evita dores de cabeça e enxaquecas. A medicina chinesa indica o chá de gengibre para preservar a vitalidade ao longo dos anos.

3. Algas marinhas

São ricas em micronutrientes, tendo mais propriedades de cura do que vegetais cultivados na terra. São utilizadas como suplementos minerais naturais, pelo seu conteúdo de iodo. Em estudos epidemiológicos no Japão, foi descoberto que o consumo de algas reduzia a mortalidade por câncer de pulmão em homens e mulheres, de câncer no pâncreas para os homens e por doença cerebrovascular em mulheres. Recentemente, foi demonstrado que um complexo de algas castanhas, que contêm mais zinco, manganês e vitamina B6, têm reduzido os sintomas de osteoartrite do joelho.

4. O arroz integral

Esse alimento possui vitaminas B em seu farelo, diferente do arroz branco que perde o farelo ao ser descascado. O livro Segredos da Longevidade, explica que os nutrientes encontrados no integral são eficazes na redução de açúcar no sangue, ou seja, são ótimo alimentos para quem possui diabetes. O arroz contém mais de 70 antioxidantes, incluindo vitamina E.

5. Cebola e alho

O ingrediente ativo do alho, a alicina, previne a aterosclerose e a obstrução coronária, o que reduz o colesterol e coágulos no sangue. Os vegetais do gênero Allium, como a cebola, os alhos e as cebolinhas, possuem propriedades antibacterianas que tratam infecções, regulam o açúcar no sangue e previnem o câncer. Cerca de vinte compostos do alho mostram propriedades anticâncer e podem interagir sozinhas ou em conjunto contra tumores e células cancerígenas. Além de ser uma dieta antienvelhecimento, rica em nutrientes e deliciosa.

6. Açafrão

A planta tem como princípio ativo a curcumina, que diminui as chances de doenças degenerativas. Ela impede que a proteína responsável pelo Alzheimer (beta amiloide cerebral) se instale. Sendo assim, os sintomas da doença, causados pela inflamação e oxidação, são eliminados pela curcumina. Além disso, os antioxidantes dos curcuminoides são indispensáveis à nossa saúde, assim como a ação anticancerígena e anti-inflamatória, pois reduzem os sinais do envelhecimento, melhoram a digestão e o processo de desintoxicação hepática.

Evite comer carne

Limitar a ingestão de carne é uma maneira saudável de evitar doenças degenerativas e câncer. Os vegetarianos geralmente sofrem menos desse mal que os que consomem carne, pois os pacientes com câncer desenvolvido passam nos resultados com insuficiência de fibra vegetal. Segundo o Dr. Michael F, Roizen, autor do livro The RealAge Diet: Make Yourself Younger with What You Eat, manter uma dieta com legumes e vegetais, diminui o risco de doenças de origem alimentar. Já que os alimentos ricos em proteínas, como carnes e frutos do mar são frequentemente vistos em casos de doenças transmitidas pela alimentação. Clique aqui e veja como começar a evitar carnes.

A longevidade só depende de você e de sua alimentação. Consuma vitaminas e evite alimentos que tragam prejuízos à sua saúde.

Nunca é demais lembrar que é sempre recomendável consultar um nutricionista.


Veja mais:


 

Comentários  

 
+5 #1 2014-06-12 03:12
É preciso diferenciar carne e carne contaminada, como supostamente da Friboi. O ser humano é um animal carnívoro, seu organismo está preparado para a proteína animal, mas não está preparado (após 2 anos de idade em média) para a lactose, ausente neste artigo.

Os vegetais e legumes também merecem cuidados especiais, com a invasão dos transgênicos Monsanto no Brasil (proibidos em grande parte da Europa).

Não julgo o autor do artigo pois é muito complicado encontrar informações seguras e de origem científica na Internet, ou mesmo em consultórios médicos ou até em artigos provenientes de estudos científicos, devido a inúmeros interesses comerciais.

Enquanto órgãos reguladores estiverem atrelados aos governos, dificilmente teremos orientações infos precisas sobre a alimentação adequada.
Citar
 
 
+2 #2 2015-12-06 12:42
parabens,por esse site informativo de qualidade!!!
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail