Aeroporto investe na compostagem em larga escala

Aeroporto na Carolina do Norte é o primeiro a utilizar a compostagem em larga escala. O investimento de 1,2 milhão deve dar retorno em cinco anos

Reciclar o lixo é comportamento importante para uma postura mais sustentável no consumo. Geralmente há maior preocupação com o destino de materiais recicláveis como vidro, papel, metal e plástico, mas o material orgânico que é descartado não costuma despertar o interesse com a nobreza de seu destino, a exemplo da reciclagem.

Uma saída para o descarte do material orgânico de maneira adequada, com contribuição positiva com a preservação do meio ambiente é a compostagem. No caso da técnica relacionada ao emprego de minhocas, espécies como a Red Wiggler transformam o lixo orgânico em adubo. Ao passo que algumas pessoas praticam a compostagem caseira, poucos são os locais comerciais que utilizam esse método. O aeroporto internacional Charlotte Douglas, na Carolina do Norte, foi o primeiro no mundo a utilizar compostagem para reciclar o seu lixo e ainda fazer dinheiro com isso.

A administração do aeroporto investiu 1,2 milhão de dólares na compra do material necessário para a compostagem e, claro, em minhocas. Tanques de 15 metros de comprimento recebem todo o lixo orgânico produzido pelo aeroporto, que são consumidos por 1,9 milhão de minhocas. Esse lixo orgânico é transformado em húmus de minhoca, utilizado como adubo nos canteiros de flores e arbustos.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam esses animais não são sujos ou transmitem doenças. Elas não vivem em sujeira apenas em material orgânico. As minhocas Red Wiggler são utilizadas na compostagem porque se reproduzem com facilidade e chegam à vida adulta em período entre 60 e 90 dias. Após a maturidade passam a comer cerca de uma vez e meia o seu peso todos os dias.

O investimento não foi alto, o processo em si é simples e a previsão para retorno do investimento é de cerca de cinco anos. Diariamente o aeroporto produz 25 toneladas de lixo, sendo que cada passageiro produz uma média de 0,6 kg desses resíduos.  Os funcionários do aeroporto retiram todo material reciclado, este é separado, prensado e vendido. Dessa maneira, fazendo a reciclagem e a compostagem, o aeroporto conseguiu reduzir em 70% o volume de lixo destinado a aterros.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail