Brócolis pode ajudar a combater câncer de pele, segundo pesquisa

Muitos benefícios do brócolis são obtidos a partir da ingestão. Substância presente no vegetal pode ser usada para criar creme que previne a doença

O câncer surge no corpo humano em diversos locais e tem muitas causas ainda sendo estudadas, assim como métodos de prevenção e cura. Infelizmente, o câncer de pele é um dos mais comuns em todo o mundo, o que faz com que as pesquisas para sua prevenção se tornem mais intensas.

Segundo a professora assistente de pesquisa no Departamento de Farmacologia e membro do Centro de Câncer da Universidade do Arizona, nos EUA, Sally Dickinson, a mais recente ferramenta escolhida para auxiliar na prevenção à doença foi um vegetal de cor verde e universalmente odiado pelas crianças: o brócolis. Agora dentre os muitos benefícios do brócolis pode-se adicionar "reduzir o risco de câncer de pele". O foco de sua pesquisa está em como o sulforafano, um composto produzido naturalmente em certos vegetais, como o brócolis, e que possui propriedades quimiopreventivas estabelecidas, poderia ser usado para ajudar os pacientes a reduzir o risco de câncer de pele.

O diferencial dessa pesquisa para outras é que Sally, em vez de pedir aos seus pacientes que comam o brócolis para desbloquear os nutrientes de redução de risco, a doutora está aplicando pequenas doses de sulforafano à pele dos seus pacientes, como se fosse um protetor solar. Segundo a professora, a busca por melhores métodos de prevenção do câncer de pele em formatos acessíveis e gerenciáveis para uso público é intensa porque, mesmo com a maior consciência sobre a exposição solar limitada e o uso de protetores solares, ainda estão aparecendo muitos casos de câncer de pele. De acordo com ela, o sulforafano pode ser um excelente candidato à agente preventivo contra o câncer de pele causado pela exposição aos raios ultravioleta.

Sua pesquisa revelou que o sulforafano é altamente eficaz na inibição dos caminhos cancerígenos enquanto ativa genes quimioprotetores. Um estudo piloto, conduzido em colaboração com a Universidade Johns Hopkins, vai testar, sob uma simulação de luz solar, uma solução tópica de broto de brócolis sobre a pele de um grupo de pacientes para determinar a eficácia do composto (estudos prévios demonstraram a segurança do extrato para o uso tópico - na pele - e oral).

Se a pesquisa da Dra. Dickinson demonstrar ser bem sucedida, ela acredita que isso pode levar a várias outras aplicações para o sulforafano, especialmente para os pacientes com sistemas imunológicos comprometidos. Além de sua capacidade de bloquear queimaduras, os pesquisadores estão vendo casos em que o composto consegue induzir enzimas protetoras na pele.

Esperamos que essa pesquisa da Dr. Dickinson possa, em algum momento, fazer com que os pais instruam seus filhos não só a comerem legumes e vegetais, mas também a estudarem e conhecerem a importância deles na prevenção de doenças.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail