Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Escola pública dos EUA serve de exemplo ao valorizar uma alimentação saudável, sustentável e que induz a criança à conscientização ambiental

Imagine o seguinte cardápio para o seu filho, no intervalo de uma aula: vegetais orgânicos cultivados no quintal e salmões glaceados por soja sustentável. Esse tipo de almoço não é muito comum em escolas ao redor do mundo, muito menos se ele for pensado pelas próprias crianças.

Pois isso é realidade em uma escola pública de Chigago, a Academy for Global Citizenship (AGC), que tem 45 alunos e quatro turmas. Lá, um cardápio totalmente orgânico e saudável é mantido, servindo alimentos frescos com muitos ingredientes produzidos no jardim da escola, e oferecido às crianças no café da manhã, almoço e entre as refeições.

Como muitas escolas não estão preparadas para mudanças que tentam evitar o desperdício e aumentar a qualidade da alimentação, vários produtos se perdem sem os estudantes serem beneficiados por eles.

Bem alimentadas, bem dispostas

Comendo bem, as crianças se sentem mais dispostas para as aulas. Além disso, a AGC estimula os pequenos a pensarem em cardápios diferenciados para dias especiais, como em uma data comemorativa sobre a Espanha. Eles também aprendem sobre nutrição, planejam, plantam e cuidam dos vegetais do jardim, e alimentam galinhas. Existem até aulas de preparação de pratos, que são acompanhadas pelos pais.

A escola também cultiva hábitos sustentáveis. Ela possui painéis solares no quintal, pequenos moinhos de vento obtenção de energia, e realiza compostagem.

A implantação de uma visão global sobre os efeitos do consumo e da comida é o que move o diretor de sustentabilidade e operações da escola, Dan Schnitze, a manter o projeto. “Nós simplesmente acreditamos com muita paixão que a comida está conectada com tudo!”, disse.

Fotos: www.agcchicago.org