Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Entenda mais sobre as turbinas eólicas e como elas funcionam para transformar o ar em energia elétrica

As turbinas eólicas são máquinas que convertem a energia cinética do ar em eletricidade, sendo assim, um dos fatores para a produção da energia eólica. Elas funcionam com o auxílio de hélices que são movimentadas pelo vento, que então agem no funcionamento de um gerador que produz energia elétrica.

A energia eólica é uma fonte de energia renovável, ou seja, é uma alternativa “limpa” ao tipo de energia gerada pela queima de combustíveis fósseis. Ela utiliza de fontes naturais que são constantemente abastecidas. Outro exemplo de energia renovável é a energia solar

Tipos de turbinas

Existem dois tipos de turbinas eólicas — as de eixo horizontal e as de eixo vertical. As turbinas de eixo horizontal são as mais comuns, que operam com três pás que ficam voltadas para o vento. As de eixo vertical são omnidirecionais — não precisam ser ajustadas ou direcionadas para o vento para operarem.

Composição

Esses aparelhos são compostos por:

  • Anemômetro: mede a intensidade e a velocidade do vento. Funciona em média de dez em dez minutos;
  • Biruta (sensor de direção): capta a direção do vento. A direção do vento deve sempre estar perpendicular à torre para o maior aproveitamento;
  • Pás: captam o vento, convertendo sua potência ao centro do rotor;
  • Gerador: item que converte a energia mecânica do eixo em energia elétrica;
  • Mecanismos de controle: adequação da potência nominal à velocidade do vento que ocorre com mais frequência durante um período determinado;
  • Caixa de multiplicação (transmissão): responsável por transmitir a energia mecânica do eixo do rotor ao eixo do gerador;
  • Rotor: conjunto que é conectado a um eixo que transmite a rotação das pás para o gerador;
  • Nacele: compartimento instalado no alto da torre composto por: caixa multiplicadora, freios, embreagem, mancais, controle eletrônico e sistema hidráulico;
  • Torre: elemento que sustenta o rotor e a nacele na altura apropriada ao funcionamento. A torre é um item de alto custo para o sistema.

Instalação

Os aparelhos podem ser instalados tanto no solo quanto na água. Eles são comumente vistos em campos abertos, porém, aqueles encontrados nos mares são maiores e mais potentes. Essas turbinas, além de serem maiores, são instaladas para poder captar os ventos intensos do oceano e gerar grandes quantidades de energia. 

Imagem de Nicholas Doherty no Unsplash

Impactos negativos

Embora seja um fator para uma fonte de energia limpa, as turbinas eólicas também podem ter um impacto negativo na biodiversidade. Porém, primeiro é importante ressaltar que mesmo com esses efeitos, a energia eólica ainda é uma alternativa mais sustentável de fornecimento de energia.

O aumento de interesse na energia eólica requer o fornecimento de turbinas eólicas. Muitas das pás, ou hélices, das turbinas são feitas a partir de um tipo de madeira específico da da floresta amazônica — a madeira balsa. Essa demanda resultou em parte do desmatamento ocorrido na Amazônia Equatoriana. 

O desmatamento, além de destruir parte da flora de um local, também afeta indiretamente sua fauna. Muitos animais perdem seus habitats naturais e podem ser mortos ou machucados no processo. Além disso do desmatamento, as turbinas eólicas ativas também têm um impacto negativo na biodiversidade. Muitas aves e morcegos são mortos pelas pás em movimento. Em um estudo conduzido na Alemanha, de 650 morcegos observados, 119 morreram por conta dessas máquinas.