Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Cientistas da empresa criaram uma molécula idêntica ao politereftalato de etileno (PET), mas com materiais orgânicos

A Pepsi Co. deu um importante passo no desenvolvimento de alternativas às garrafas PET, que se popularizaram graças às empresas de bebidas e estão trazendo muitos problemas ao planeta por não terem uma reciclagem popularizada e serem feitas à base de petróleo. Na segunda quinzena de março, a companhia anunciou a criação de uma garrafa de plástico feita totalmente à base de materiais naturais, como grama, cascas e sabugo de milho.

Ao combinar processos químicos e biológicos, a Pepsi identificou um modo de criar uma estrutura molecular idêntica ao politereftalato de etileno (PET), mas com materiais orgânicos. O resultado é uma garrafa praticamente igual à PET em todas as suas propriedades, com a vantagem de ser sustentável por não utilizar derivados do petróleo diretamente em sua composição.

O diretor da ONG As You Sow, Conrad Mackerron, elogiou a iniciativa da companhia, afirmando que a empresa prestará um duplo serviço à sociedade, pois além de utilizar menos materiais oriundos do petróleo, terá resíduos de alimentos e lixo orgânico como matérias-primas principais para produzir suas garrafas.

A empresa já planeja testes com outros materiais, como cascas de laranja e restos de batata, entre outros. A nova garrafa estará no mercado a partir de 2012, segundo a companhia.