Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

São, mas…

Os pacotes de salgadinho e as embalagens de sopa e café que consumimos diariamente são recicláveis, pois são feitos com um tipo de plástico metalizado chamado BOPP(película de polipropileno biorientada). No entanto, devido ao pouco valor do produto no mercado de reciclagem e das dificuldades com a limpeza, ele acaba sendo preterido e indo parar no lixo comum mesmo. No Estado de São Paulo, poucas cooperativas fazem a reciclagem do produto.

As propriedades físicas do BOPP são excelentes para o bom condicionamento de alimentos, pois evitam contato do produto com gases, oxigênio, variações de temperatura e umidade. Como se não bastasse, esse tipo de plástico tem impressão facilitada e desliza facilmente nas máquinas de empacotamento, o que melhora o rendimento na produção das fábricas alimentícias.

Contradição na reciclagem

De acordo com a prefeitura da cidade de São Paulo, por exemplo, o material é considerado não-reciclável e não é coletado pelos catadores e cooperativas vinculadas à instituição. Porém, há estudos publicados na Índia que atestam que o BOPP é 100% reciclável. As embalagens metalizadas só não têm um índice maior de reciclagem porque falta educação para os usuários limparem o material, além de pouca informação dos recicladores e produtores acerca das possibilidades de reaproveitamento.

Upcycle

O upcycle é o melhor modo de reutilizar esse tipo de embalagem. Existem empresas, como a Terracycle que coletam os pacotes para produzirem bolsas, cintos, tênis e diversos acessórios!


Veja mais: