Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Programa busca ampliar a diversidade em todas as unidades dos Institutos de Saúde dos Estados Unidos

Em um comentário na revista Cell de 10 de junho, Francis Collins, diretor dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos (NIH), apresentou o programa Unite, lançado em fevereiro para combater o racismo estrutural e aumentar a diversidade, a equidade e a inclusão nas 27 unidades da instituição. Em resposta a críticas feitas no início do ano, Collins reconheceu problemas urgentes a serem enfrentados: falhas em reconhecer os relatos sobre racismo no local de trabalho e em atrair, reter e promover aos mais altos níveis cientistas de minorias raciais e étnicas, além do subfinanciamento de pesquisas sobre saúde de minorias e iniquidades em saúde. As primeiras ações previstas incluem um pedido de contribuição do público e de organizações interessadas e a criação de oportunidades de financiamento para abordar o impacto do racismo estrutural e da discriminação na saúde das minorias. “Nosso compromisso deve ser medido não apenas por nossas palavras, mas por nossas ações”, observou Collins no comentário. Também no início do mês, a revista The Journal of the American Medical Association (Jama) mudou o corpo editorial depois de um dos editores ter menosprezado o impacto do racismo sobre o sucesso de negros e outras minorias em um podcast.