Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

O aparelho evita a obsolescência programada ao permitir a troca de quaisquer peças de seu interior

A tecnologia modular, em que partes de um aparelho poderiam ser trocadas por outras mais avançadas tecnologicamente (combatendo a obsolescência programada) ainda é um sonho. A maioria dos nossos gadgets atuais tem componentes fixos e, se eles quebram, temos que trocar todo o aparelho. Mas existem algumas iniciativas que já tentam colocá-la na realidade.

Decibel é um conceito desenvolvido pelo The Module Project, que afirma se tratar “do último alto-falante que você vai comprar”. Ele foi projetado para ser completamente modular, permitindo que os usuários facilmente atualizem, substituam e reciclem partes individuais da caixinha de som com o passar do tempo. Todo o dispositivo pode ser desmontado usando uma chave Allen padrão, e tudo, desde a bateria até os drivers para a placa de controle eletrônico, pode ser trocado.

Decibel com suas partes removíveis

Além da novidade dos componentes substituíveis, o Decibel possui algumas especificações impressionantes para um alto-falante bluetooth: até 24 horas de autonomia, carregamento sem fio e USB-C, áudio aptX e um chassi totalmente de alumínio.

Naturalmente, a modularidade do sistema só funciona se The Module Project realmente permanecer no negócio por anos e anos e suportar o Decibel com peças novas. O sistema torna-se rapidamente inútil se a empresa sai do negócio e não há quaisquer partes para atualizar. Também há o risco de Decibel nem sair do papel, já que se trata de um projeto em financiamento coletivo.


Fontes: The Verge e Decibel

Veja também: