Vinte pessoas morrem nos EUA devido a grave onda de frio

eCycle

Frio desproporcional trazido por massa de ar do Ártico atinge o meio-oeste norte-americano

onda de frio nos EUA
Imagem: Divulgação

Uma onda severa de frio que prevalece em amplas áreas dos Estados Unidos (EUA) deixou pelo menos 20 pessoas mortas por congelamento e em acidentes de trânsito por causa do tempo. Enquanto isso, no Rio de Janeiro, é o calor extremo que prejudica a população.

Uma forte massa de ar do Ártico trouxe um frio severo na região do meio-oeste até o leste dos Estados Unidos, nesta semana. Sérias precipitações de neve e temperaturas recordes foram registradas na área.

No Estado de Indiana, duas pessoas morreram em um acidente de trânsito, por causa da situação climática. Em Michigan, um homem de 70 anos de idade foi encontrado congelado e morto fora de sua casa.

Nevascas causaram o cancelamento de mais de 1.400 voos em dois aeroportos de Chicago, nessa quinta-feira (31). O número de cancelamentos de voo ultrapassou 4 mil nos últimos três dias.

O presidente norte-americano Donald Trump usou a ocasião para fazer pouco caso do aquecimento global em sua conta no Twitter. O que ele se esquece é que o termo "aquecimento global" é genérico e que é preciso pensá-lo de forma mais ampla, sendo que uma de suas consequências apontadas por especialistas é justamento o aumento de eventos climáticos extremos, como ondas de frio ou de calor desproporcionais.



Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail