Usina de reciclagem será instalada durante a Rio+20

eCycle

Empresa Braskem vai transformar resíduos plásticos em móveis durante o evento

Se você vai à Rio+20, pode aproveitar e levar garrafas, baldes e outros objetos plásticos à Conferência. O motivo é que a indústria petroquímica produtora de resinas termoplásticas, Braskem, se aliou à Centrel, marca especializada em engenharia ambiental, para transformar resíduos plásticos em peças de mobília feitas a partir de madeira plástica. Isso será possível graças a uma pequena usina de reciclagem que será montada na sede do evento, que ocorre no Rio de Janeiro

O stand vai funcionar no Parque dos Atletas, um dos pontos mais importantes do evento. Os resíduos plásticos serão transformados em bancos, lixeiras e floreiras. O público presente poderá acompanhar o processo de confecção das peças.

O objetivo das empresas é mostrar outras maneiras de reutilizar os resíduos plásticos, criar novos ciclos após seu consumo, além de mostrar como os móveis são confeccionados.

50 mil squeezes de Plástico Verde, sacolas e centenas de contêiner de polietileno verde da Braskem serão distribuídos pelo evento.

Rio+20

O evento surgiu por iniciativa das Nações Unidas e ocorre do dia 13 ao dia 22 de junho, no Rio de Janeiro. O foco principal será o desenvolvimento sustentável, levando em conta acordos políticos para chegar a esse objetivo, já que será discutida a agenda ambiental para as próximas décadas. O nome faz alusão aos 20 anos do encontro ambiental Rio 92. Para mais informações, clique aqui.

Veja também:
-Sustentabilidade para ver, ouvir e sentir


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail