Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Ailton Krenak e Artionka Capiberibe serão os expositores do encontro

Por Mauro Bellesa em IEA A Situação Indígena e o Meio Ambiente no Brasil é o tema do 5º encontro virtual do Ciclo Anual 2021/22 da Cátedra Otavio Frias Filho de Estudos em Comunicação, Democracia e Diversidade, no dia 17 de março (quinta-feira), às 15h, com transmissão ao vivo pela internet. Os expositores serão o líder indígena, ambientalista e escritor Ailton Krenak e a antropóloga Artionka Capiberibe, professora da Unicamp.

Krenak fará a conferência A Terra com Febre, uma análise sobre a crise ambiental e suas relações com a crise sanitária, em um cenário de negligência por parte de diversos governantes e o enfraquecimento de diferentes organismos internacionais. Para ele, desde a década de 1980 já se avistava “o horizonte distópico que vivemos nesta terceira década do século 21″.

Não há nada de novo na chamada nova ordem mundial, anunciada no final do século passado, segundo Krenak. “Seguimos cegos e, em muitos casos, indiferentes à crise ambiental, acumulada com crise sanitária e perda da confiança nas instituições globais com ONU, Unesco, OMS, todas em declínio diante da força do capital que move as grandes corporações mundiais.”

Na conferência A Máquina de Guerra Anti-Indígena e o Presente/Passado Colonialista do Brasil, Artionka analisará a importância da Constituição Federal de 1988, que instituiu um capítulo específico voltado aos povos indígenas, bem como a atual disputa normativa em torno dos direitos indígenas e relação dessa disputa com “um modelo de desenvolvimento pautado pela exaustão dos recursos ambientais e humanos”.

Para ela, o direito legal à autodeterminação dos povos indígenas brasileiros e o direito originário às terras por eles habitadas assegurados pela Constituição como paradigmático “de um curto intervalo de sanidade”.

O debatedor do encontro será o sociólogo Muniz Sodré, titular da Cátedra Otavio Frias Filho. Os moderadores serão o professor André Chaves de Melo Silva, da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, e o jornalista Vinícius Mota, secretário de Redação do jornal Folha de S.Paulo, parceira do IEA na constituição da cátedra, da qual Silva e Mota são, respectivamente, coordenador científico e coordenador adjunto.


A Situação Indígena e o Meio Ambiente no Brasil
5º Encontro do Ciclo Anual 2021/22 da Cátedra Otavio Frias Filho
17 de março, 15h
Evento público e gratuito com transmissão ao vivo pela internet (não é preciso se inscrever)Mais informações: com Sandra Sedini (sedini@usp.br), telefone (11) 3091-1678
Página do evento